Filme: O PRIMEIRO PROFESSOR

 

No ano da Copa do Mundo, em que todos viram seus olhos para a Rússia, a mostra de cinema Nouvelle Vague Soviética entra em cartaz na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, de 22 de maio a 03 junho. A seleção de 21 filmes joga luz nos anos de abertura do regime comunista do período pós-Stalin, com curadoria de Pedro Henrique Ferreira e Thiago Brito. O projeto tem patrocínio da CAIXA e do Governo Federal.

Na década de 60, dentro da principal universidade de cinema do bloco da antiga União Soviética, a VGIK, sob a tutela de Mikhail Romm, nascia a vontade de se fazer um cinema moderno. Entre suas principais figuras, nomes mais conhecidos, como Andrei Tarkovski (ANDREI RUBLEV), Sergei Parajanov (A SOMBRA DOS ANTEPASSADOS) e Andrei Konchalovski (O PRIMEIRO PROFESSOR), outros nem tanto, como Muratova e o German e alguns ainda não descobertos, como Khutsiev, Panfilov, Klimov, Sheptiko, Chukrai.

“A nossa seleção abordou as figuras que fizeram parte deste momento de efervescência artística. Tentamos fazer um panorama que ao mesmo tempo misture o momento histórico, e que nos revele a singularidade artística destes realizadores, eventualmente trazendo também para a mostra o que julgamos ser os seus melhores filmes”, conta Pedro Henrique Ferreira.

 

filme: ANDREI BUBLEV

 

Serviço:

Mostra de Cinema Nouvelle Vague Soviética

Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinemas 1 e 2

Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 - Centro (Metrô e VLT: Estação Carioca)

Telefone: (21) 3980-3815

Data: de 22 de maio a 03 de junho de 2018 (terça-feira a domingo)

Horários: Consultar programação

Ingressos: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia.


Lotação:  Cinema 1 - 78 lugares (mais 3 para cadeirantes)

Cinema 2 - 80 lugares (mais 2 para cadeirantes)

Bilheteria: terça-feira a domingo, das 13h às 20h

Classificação Indicativa: Consultar programação

Acesso para pessoas com deficiência

Patrocínio: CAIXA e Governo Federal

 

(Texto da assessoria de imprensa)