Com influência das músicas paraense e baiana, FLOR DO SONHO é o primeiro single do quarto disco de Saulo Duarte. A faixa contém um ar de mistério e possui poucos agudos por conta da característica amadeirada do violão de nylon. O charme deságua na letra: "lanço-me agora nesse salto / eu já não tenho medo do escuro", versos que mostram alguém disposto a se jogar em direção ao desconhecido para se relacionar. A batida dançante do single se completa com os sintetizadores.
 
É música brasileira com influência de música brasileira: um aceno para a sonoridade do primeiro disco de Jards Macalé, SÓ MORTO (1970) e ao TÁBUA DE ESMERALDA (1974), onde Jorge Ben dá a letra desse violão de nylon. 
 
FLOR DO SONHO está lançada digitalmente e conta com um lyric video. Ela marca o primeiro lançamento 100% solo do cantor, compositor, produtor e multi-instrumentista, que neste próximo disco virá despido da banda A Unidade.

 

 

(Texto da assessoria de imprensa)