[CRÔNICA] NÃO ESTOU FECHAD@ PARA AMAR, MAS SIM, VIVENDO ENQUANTO O AMOR NÃO CHEGA – Por Gabriela Santos Oliveira

 

NÃO ESTOU FECHAD@ PARA AMAR, MAS SIM, VIVENDO ENQUANTO O AMOR NÃO CHEGA 

Por Gabriela Santos Oliveira

 

"Há tempos que venho ouvindo "você tem que sair com alguém", "você tem que conhecer outra pessoa", "você tem que pelo menos ficar com alguém", "vou te apresentar um amigo, mas você tem que se comportar, pois você é muito louca", "você tem que parar de ser muito zoeira, isso intimida os homens", "você tem que se fazer de burra as vezes, você é muito inteligente e isso os intimida também", "você tem que se arrumar mais".

Gosto de todas as pessoas que me disseram tais frases, agradeço também a preocupação, mas entendam uma simples coisa sobre mim: eu não "tenho que". Felizmente pra mim, e infelizmente pra vocês, minha vida não é uma saga onde busco constantemente alguém que supra minhas necessidades naturais. Eu não vivo como um cachorro no cio em busca de uma noite de prazer. Não vivo como quem precisa de alguém pra me afirmar que sou bela e interessante. Tampouco vivo como se minha vida dependesse de um relacionamento pra ter vencido nela.

Não devo conhecer outra pessoa sem antes conhecer a mim mesma e saber o que quero, pois se eu não souber quem sou, irei constantemente tentar me encaixar em relacionamentos com pessoas que não se encaixam a mim, e infelizmente quebrarei a cara tantas vezes, até que chegarei ao ponto de desacreditar na existência do amor.

Não me comportarei de uma forma diferente do que realmente sou. De nada adianta eu fazer tamanho teatro pra agradar e conquistar outra pessoa, e depois me tornar uma completa infeliz por enjaular minha verdadeira personalidade. Se aquela pessoa não gostar de mim como sou, oras, o que poderei fazer a não ser aceitar o fato?! É um alívio, não era pra ser e ponto final.

Não irei "ficar" com alguém. Jamais gostei desse tipo de coisa, e desde já me perdoem aqueles que gostam. Mas não entra na minha cabeça a ideia de me relacionar rapidamente com diversas pessoas, somente para saciar um desejo "incontrolável" animalesco. Além de deixar a sua pequena "marca" em diversas pessoas, elas também deixam suas marcas em você. E é aí que as pessoas se perdem, são tantos personagens para conquistar outras pessoas, que acabam sem saber quem realmente são.

Não irei me arrumar se não for pra que eu mesma me sinta bem. Gente completamente sem identidade e infeliz, buscando aprovação dos outros. Constantemente se gabando por terem "pegado não sei quantas pessoas". Eu sinto pena e acima de tudo nojo. Faz parte de saber quem você é, aceitar sua verdadeira face, seu jeito, sua aparência, seus gostos e manias. Saber olhar pra si mesmo e dizer que é belo, faz com que você não se sinta destruído quando alguém te disser o contrário. 

Não irei me fazer de burra. Se um homem não é capaz de sentir-se feliz com minhas conquistas, não me serve. Não viverei para servir de pedestal para uma pessoa, tampouco quero que me sustentem em um, mas que juntos possamos alcançar o topo, felizes pelas conquistas um do outro. Partilhar conhecimentos, ensinar e aprender. Mudar pensamentos e formas de agir, se assim for necessário, pois aqui habita a humildade de reconhecer que não sou perfeita e não sei de tudo.

Caros amigos, por enquanto, não tenho a intenção de investir em um relacionamento amoroso que não seja o famigerado "amor próprio". Acredito fielmente de que o eros, não se força a vir, ele chega sutil e naturalmente. Não é necessário tamanho desespero, acalmem-se e sintam-se felizes juntamente comigo, por eu estar descobrindo quem sou e correndo atrás dos meus sonhos em particular. Caso não saibam, muitos deles estão se realizando. Estou completamente feliz comigo mesma, e por isso, se o amor bater à minha janela, abrirei a porta e o deixarei entrar. Não estou fechada para amar, mas sim, vivendo enquanto ele não chega.

 

 

Sobre a autora: Atualmente escrevendo meus dois primeiros livros, sendo um deles infantil. Dona da página no instagram www.instagram.com/sejaamodaantiga, fundada no ano de 2016, atualmente com mais de 100 mil seguidores, incluindo artistas como Walcyr Carrasco, Carlo Porto e Marília Mendonça. Natural de Salvador-BA, nascida no ano de 1995 (22 anos).