Clarice Sabino, idealizadora da página ‘’Nada disso é para você’’, e ultimamente tem havido um grande destaque com sua escrita libertária. E como o nome da página já é um lacre desgraçado, que pisa mais que os hinos da Pablo Vittar.

Assumo que não cheguei a acompanhar muito a página, mas aos poucos que já li, gostei bastante! É aquela coisa de: ‘’Eu escrevo o que eu quero e ninguém vai mandar em mim; E não ligarei para opiniões.’’, e então, a página te puxa para as emoções automaticamente.  E dependendo da situação que esteja passando, ela pode te trazer bad ou felicidade, até mesmo a saudade.

 

 

A página tem um destaque forte pelo nome, mas quando passamos para o lado da escrita, aí que vem o diferencial. A coisa, a mágica, a poesia, a liberdade, a transa com os dedos e as palavras, as bocas, a alma. É maravilhosa a forma que a Clarice escreve, com o seu dom de saber utilizar o momento.  É como tirar a roupa e correr nú pela casa ou pela rua, no calor de matar! E como nós, seres humanos, nunca iremos compreender realmente a cabeça de uma escritora, ficará difícil definir totalmente a escrita dessa escritora.

A página, de cara, tem um super conteúdo de todos os tipos. Ou seja, parece que a nossa escritora é ‘’uniescrita’’, (Escreve sobre tudo). E a sua capacidade de nos fazer pensar, refletir é extraordinária! Então, está com um tempinho? Dá uma passada nessa página e sofra ou ria. É um tipo de literatura que podemos sentar em uma cadeira de balanço, ler, rir ou chorar. E relembrar de coisas boas ou coisas ruins. De qualquer forma, é uma nostalgia. Tipo aqueles desenhos no dia de domingo, às 10 horas da manhã, com a casa meio cheia, risada para todo canto. É isso, praticamente, a escrita da Clarice desperta paixões, emoções, paz e muito amor!

 

 

Luan FH. Escritor, escorpiano, ama bandas indies brasileiras.

Escritor das páginas Recíproco e Um Rabisco e Um Café.