No dia a dia nos deparamos com a literatura em todo canto, seja em muros da cidade, em Outdoor, nas redes sociais, em jornais, em muitas coisas. E estamos acostumados a ter uma literatura ligeira e rápida, já que a preguiça de ler tomou conta da humanidade. O Matheus Rocha, nascido na Bahia, está fazendo um grande sucesso por ser direto, calculista e rápido com sua ‘’uniescrita’’, (Sobre tudo). 

O ramo da literatura é o mais difícil a percorrer, mesmo que não mexa com a saúde física, algo do tipo, ela tem poder de manipular, ajudar mentalmente, e também ajudar na saúde física, dando conselhos, etc. E as palavras tem poder. O Matheus expressa a situação na qual está passando ou muitas vezes escreve o que um leitor está passando e nem percebe, trazendo a identificação em um texto. E como isso é incrível, tanto que na própria frase ou texto tem a resposta de como sair desse caos, mesmo sem perceber, o Matheus acaba fazendo um grande bem ao seu leitor...

 

 

E os escritores da atualidade estão sendo alvo de críticas fortes por serem jovens, sendo chamados de imaturos, mas estão fazendo grandes sucessos. Escritores brincam com palavras e palavras se divertem com escritores. O Matheus foi chamado para o Encontro com a Fátima Bernardes depois de ter causado grandes comentários nas redes sociais com a sua escrita. O Jovem sabe o que escrever em todo o momento, em quaisquer situações e o dom de fazer um leitor se identificar ou arrepiar é sobrenatural. E por isso Matheus Rocha ficou super conhecido, por apenas ser ele em todo o momento.

 

 

Luan FH. Escritor, escorpiano, ama bandas indies brasileiras.

Escritor das páginas Recíproco e Um Rabisco e Um Café.