arte

 

Toda a sonoridade do compositor e contrabaixista Stéfano Moliner fará passagem no palco da Música no Baixo. A ideia do show especialmente feito para alegrar os corações apaixonados pela música instrumental, acontece no dia 18 deste mês, e tem como prioridade a apresentação de músicas autorais de Stéfano e também clássicos do próprio Hermeto, Egberto Gismonti, Tom Jobim e de outros expoentes da música instrumental mundial.  Será acompanhado por Jonathan Vargas (piano) e Ivan de Castro (bateria).

— Nesta apresentação, vou tocar algumas composições minhas, que são fundamentadas na  pesquisa de ritmos regionais brasileiros, mesclando com elementos harmônicos e rítmicos da música contemporânea , além de músicas de Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti,  Wayne Shorter, Miles Davis, Baden Powell, John Coltrane, e de outros compositores consagrados mundialmente. — comentou o músico.

Stéfano Moliner está no meio artístico musical há mais de 20 anos. Estudou na Fundação das Artes de São Caetano do Sul e no Conservatório Dramático e Musical de Tatuí, especializando-se no estudo da música improvisada, com base no jazz americano e na música brasileira.

 Música no Baixo é um evento que acontece todas as terças-feiras no Baixo Pinheiros Bar, na charmosa rua Guaicuí. Essa iniciativa, lançada em junho passado,  visa abrir espaço para que artistas do cenário musical brasileiro e internacional divulguem o seu trabalho autoral ou de outros compositores, num ambiente mais intimista (50 lugares, em dias de show). Durante a exibição do show, de 70 minutos, o serviço de bar é suspenso, as luzes se apagam esomente o palco fica sob os holofotes. Os cantores Silvia Nicolatto, Irineu de Palmira, Misty, Rosana Puccia e Max Gonzaga já se apresentaram  no Música no Baixo, com sucesso de públicoOs ingressos custam R$ 20,00.