Peça já renomada traz a história de uma mãe que busca ao máximo encaixar suas duas filhas no mundo artístico

 

Em 1983 nascia um grande sucesso de Ronaldo Ciambroni, AS FILHAS DA MÃE,
com sua estréia na cidade de Bauru, interior de São Paulo em uma QUADRA DE
FUTEBOL, Com Nilson Ramã, Zaira Bueno, Monique Lafon e Ronaldo Ciambroni no
papel da Mãe. Viajaram em turnê pelo norte, nordeste e em 1987 estreou em São
Paulo no Teatro Enfil no bairro do Bexiga, no elenco com Patricia Escalve, Vanessa
Alves entre outros. Ciambroni escreveu As Filhas da Mãe baseado em sua experiência
profissional.

— Quando eu trabalhava com seleção de elenco na novela Canoa do Bagre
na Rede Record, constantemente encontrava mães que eram muito mais ansiosas que
as próprias candidatas, algumas chegando mesmo ao desespero para ‘cavar’ uma
oportunidade para as suas filhas —, relata Ciambroni. Este grande sucesso está comemorando 35
anos em cartaz 2018. Foram diversos atores, atrizes, técnicos, camareiras, Teatros,
Clubes, espaços alternativos, cidades e estados, As Filhas da Mãe percorreu o Brasil
espalhando alegria com mais de 2 milhões e meios de espectadores.

E pra comemorar ela reestréia em horário nobre no Teatro Bibi Ferreira, contando
com a participação especial dele no papel da Mãe, Ronaldo Ciambroni. O ator, Diretor
e Produtor da peça Luiggi Francesco também está de volta ao elenco, depois de atuar
por 26 anos no espetáculo, nos papeis masculinos, Luiggi fez por um ano o papel da
Mãe até abril de 2017. Depois deixou o papel, ficando apenas na Direção e Produção
do espetáculo. “Eu tento sair do espetáculo, mas o espetáculo não sai de mim, e é
claro que não poderia ficar de fora dessa comemoração e deixar de contracenar
novamente com Ronaldo Ciambroni”.

 

SINOPSE

AS FILHAS DA MÃE, conta a história de uma mãe de meia idade, Diva Maria, cuja
longa e fracassada trajetória nos meios artísticos a leva a investir na carreira das duas
filhas, Deise Maria e Dalva Maria. Como ambas são totalmente desprovidas de talento,
as inúmeras tentativas de “encaixá-las” em alguma produção artística falham
sucessivamente, criando situações hilárias e levando as duas moças à atitude
desesperada de fugir de casa para obter a liberdade. A partir de então, a busca pelas
filhas toma conta da vida de Diva Maria, que acaba se envolvendo em situações
inusitadas e surpreendentes ao longo de todo o espetáculo.