O quinteto paulistano de jazz Nouvelle Cuisine se formou em 1987 e foi o maior fenômeno do gênero em muitas décadas. A voz envolvente de Carlos Fernando e os arranjos minimalistas, interpretados pelos músicos Guga Stroeter (vibrafone), Maurício Tagliari (guitarra) e Luca Raele (clarinete), revitalizaram clássicos do jazz e da música brasileira, e o sucesso imediato das primeiras apresentações rendeu ao grupo premiações e o reconhecimento do público e da crítica. O Nouvelle encerrou suas atividades no ano de 2005, e, em 2017, o grupo completaria 30 anos de existência.

Um dos maiores conhecedores da obra integral do Nouvelle é o cantor Carlos Navas. De maneira semelhante ao Nouvelle, Navas é um pesquisador das boas melodias e da memória da música do século XX e também contribui ao novo cenário da música brasileira, com os mesmos critérios rigorosos de bom gosto e excelência musical. Carlos Navas juntou-se a Guga Stroeter, um dos músicos fundadores do Nouvelle, para criar esse show-homenagem que visitará as distintas vertentes do grupo.

Na primeira parte do concerto, Navas mostrará sua interpretação personalíssima sobre transcrições dos arranjos jazzísticos do Nouvelle.  A parte central do show será dedicada às canções emblemáticas do quinteto, caso de “Embraceable You”, “Blues in the Night”, “Day Dream”, “St Louis Blues” , “Notas” e “My Funny Valentine”.  Na parte final, serão apresentados arranjos inéditos, seguindo rigorosamente a estética criada pelo Nouvelle Cuisine para canções brasileiras do repertório de Carlos Navas, como “Nada Além” (Custódio Mesquita/ Mário Lago), “Se Você Jurar” (Ismael Silva/ Nilton Bastos/ Francisco Alves) e “Quando o Samba Acabou” (Noel Rosa).

 

 

(Texto da assessoria)