Monique-030-Edit

 

A cantora Monique Kessous fará show especial em São Paulo da turnê que divulga seu ultimo lançamento, o disco DENTRO DE MIM CABE O MUNDO. O repertório do show que acontece dia 5, é baseado nas canções do disco, traz também releituras de outros compositores como Maysa, Lady Gaga, Zeca Baleiro, entre outros, além de músicas de outros discos meus que o público conhece e espera pra cantar junto.

 

Já que o show faz parte do disco, recebemos um depoimento da cantora sobre o álbum. Veja:

 

— Este disco teve como mote a minha busca por mim mesma enquanto indivíduo e artista diante da existência.

Perguntas como quem eu sou, de onde vim, para onde vou, porque quero cantar, o que quero cantar, como é ser uma artista hoje, quais são os assuntos relevantes ao meu tempo foram importantes.

Sendo assim, é um disco essencialmente existencialista, mas mais do que tudo libertário, pois esta reflexão fez eu me deparar com a minha natureza múltipla e insaciável, com o desejo de beber de fontes infinitas e me conectar com o mundo e, principalmente, ver que esta natureza múltipla não é só minha, mas sim, uma característica do ser humano, que é inclassificável.

Como artista, eu quero falar do meu tempo e falar sobre liberdade neste momento. Todos precisam ser o que são, com tudo o que existir dentro de si. Somos um, somos todos cidadãos do mundo, tudo o que existe fora da gente, existe dentro e vice versa. Somos na essência totalmente o contrário desta segmentação toda q se criou com os anos. Precisamos nos dar conta disso enquanto ainda há tempo. A segmentação é o que causa as guerras, a violência, etc.

Dentro desta esfera de liberdade, conexão e expansão, eu falo de amor, de desejo, de existência, de flerte. E meu desejo de conexão se manifesta também através de novas parcerias como com o Ney Matogrosso que participa do disco e o Chico César e o João Cavalcanti  que são novos parceiros. Além disso, também recebi uma música especialmente composta pelo Moska para mim, e gravei músicas de compsoitores estrangeiros, como o português Pedro da silva, da banda Deolinda, e o uruguaio Kevin johansen.