Conecte-se conosco

Literatura

[ENTREVISTA] Depois de mais de uma década, autora tira seus poemas da “gaveta” e publica no Clube dos Autores

Matheus Luzi

Publicado

em

Com poemas escritos entre 2003 e 2004, a autora Aline Freitas, conseguiu enfim, lançar o livro COMBO DE POESIAS. Segundo Aline, a obra “se construiu no que passa despercebido ao pensamento lógico.”

O volume manuscrito ficou guardado “na gaveta” por mais de uma década, sem esperanças de um dia publicá-lo. Nesses momentos de falta de expectativa, Aline acreditou que esse material seria encontrado por algum familiar desentulhando seus arquivos depois de sua morte.

“No entanto, recentemente esse pensamento que parecia caminhar tranquilamente para sua concretização sem entraves, foi violentamente soprado quando ouvi falar a respeito do Clube de Autores e a facilitação de publicação de obras. Fiquei encantada com a possibilidade de publicar meus livros. Imediatamente corri para as gavetas onde havia “enterrado” vários volumes de poesias e uns tantos outros encadernados em prosa e comecei a selecionar material para publicar.” comentou Aline.

 

Clique aqui para comprar o livro.

 

 Do que se tratam as poesias do livro?

Os poemas reunidos em CAMBO DE POESIA tratam de situações do cotidiano, percepções das coisas mais simples como se vê em RISO e CAMBO DE POESIA (poema que dá título ao livro) e reflexões sobre dilemas como em PORTA ESTREITA e sentimentos transcendentes como em CHAMADO. A obra se construiu no que passa despercebido ao pensamento lógico, mas que no entanto não deixa de ser sentido. A poesia é a manifestação dos sentimentos mais ocultos que perpassam a alma humana no dia-a-dia.

 

Desde quando elas vêm sendo escritas?

CAMBO DE POESIA está pronto há mais de dez anos. Oh, isso pode espantar alguns e provocar um sincero sentimento de identificação em outros diante desta declaração. Publicar livros foi um sonho acalentado por anos e depois abandonado como coisas que se sonham em vão e que evaporam diante das exigências e percalços da realidade.

Atualmente estou envolvida no projeto diário de revisar e ajustar todos os livros que escrevi desde 2000 até hoje, para poder finalmente publicá-los.

Comecei a publicar meus livros no Clube de Escritores no começo deste mês de agosto, sim, faz pouco tempo que descobri essa maravilha de plataforma! CAMBO DE POESIA foi o terceiro livro a ser publicado por lá e hoje, antes de iniciar esta entrevista, publiquei o livro O DERRADEIRO POEMA, nos próximos dias haverá a publicação de mais uma obra poética encerrando a categoria de poesias guardadas, na próxima semana começarei a publicar os livros escritos em prosa.  

 

O que te inspirou?

CAMBO DE POESIA foi inspirado no que inspira a maioria dos poetas: o cotidiano e o sentimento que coisas simples despertam em nós.

 

Foto de Aline

 

Faça uma pequena sinopse do livro.

CAMBO DE POESIA é como uma corrente de rio dentro da qual, ao se atirar o leitor, irá tomar contato com percepções que vão desde a visão mais simples e palpável, dessas que surgem em nosso cotidiano como em A SOMBRA, poema que nos leva à triste cena de uma criança revirando lixo em busca de algo comestível, às transcendentes reflexões sobre a vida e a morte como podemos ver na poesia ORAÇÃO DO SOLDADO MORTO, entre outras.   

Além disso, os poemas deste livro são constituídos de versos livres, acessando a liberdade criadora auxiliada pela linguagem que dança entre o coloquial que eventualmente dá lugar ao tom rebuscado e ao regionalismo, conforme o tema trabalhado na poesia, determinado através da linguagem, o tom das percepções e reflexões presentes nos versos.

O estilo usado na obra é extremamente variado, podendo oferecer poesias de estilo moderno, concreto, regional, romântico e simbolista ao virar de cada página, promovendo a sensação da multifacetada relação do ser humano consigo e com o mundo.  

De uma maneira geral, como você definiria o livro?

Ele é um verdadeiro “cambo” de poesias! Bem, dizer isso simplesmente não é nada elucidativo, não é mesmo? Então, esclarecendo melhor a questão, devo trazer o sentido da palavra usada para compor o título da obra. “Cambo” é um termo regional referente ao acondicionamento de peixes em cipós amarrados numa vara, formando uma espécie de cacho de peixes para facilitar o transporte da pesca da margem para casa ou exibir para os compradores (a ilustração da capa dá uma ideia de como é).  

Assim, penso nas poesias deste livro como peixes metafóricos nadando em torno de mim enquanto, maravilhada, vou tentando pescar os sentimentos que me despertam, prendendo cada captura no papel, uma seguida da outra formando um cambo.    

 

Como surgiu a ideia do livro?

Surgiu com o poema que dá título ao livro (CAMPO DE POESIA), esse poema foi escrito numa tarde em que eu estava passando diante de uma praça às margens de um rio que corta a minha cidade e vi um garoto andar animado com dois cambos enormes de peixes enquanto garganteava em tom de propaganda: “Peixe! Peixe!”.

Um senhor se aproximou do menino mostrando interesse nos cambos e deu-se início às negociações que eu resumi no poema: 

      CAMBO DE POESIA

      Lá vai o menino

      Suspendendo o seu cambo de peixe

      Vai correndo o franzino

      Segurando o vistoso feixe.

 

      Anda suspendendo alto o cambo na mão,

      Tira de cipó ornado de branquinhas,

      Para não triscar no chão

      E agradar aos patrões e patroinhas.

 

      Peixe! Peixe! Grita o menino vendedor,

      “frito no azeite”,

      Pensa o comprador.

 

      No cipó, a branquinha luzia,

      Ofuscando os olhos da gente,

      Mergulhados no cambo de poesia.

 

Tem alguma história ou curiosidade interessante que envolva o livro?

Bem, a única situação curiosa que me vem em mente é a que deu origem ao poema CAMBO DE POESIA que acabou abrindo espaço para a composição de várias outras poesias que constituem a obra.

 

Fique à vontade para falar o que quiser.

Bem, como mencionei anteriormente, estou soprando a poeira dos livros que escrevi ao longo dos últimos dezoito anos, pois desejo publicar todos. Estão passando por revisão e pequenos ajustes, bem como elaboração de capa e fichas catalográficas. Em breve todos eles estarão disponíveis para aquisição junto com os outros já publicados no Clube de escritores. São eles:

Por fim, desejo agradecer pelo agradável espaço que a Revista Arte Brasileira me disponibilizou para falar sobre o livro CAMBO DE POESIA, iniciativas como esta são importantes para os escritores que estão começando no cenário da publicação de livros, além de estimular a produção literária, promove significativa visibilidade aos escritores nacionais. Parabéns aos responsáveis.

 

 

 

 

 

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish