Conecte-se conosco

Literatura

FILHOS DA NOITE, um bom livro para quem gosta de estórias de vampiros [ENTREVISTA]

Matheus Luzi

Publicado

em

 

FILHOS DA NOITE traz como personagem principal Celina, que mora no interior de São Paulo, e tinha uma vida “normal”, trabalhava numa biblioteca, era também poetisa e atriz. Tinha acabado de conquistar seu primeiro papel como protagonista em um filme, com o ríspido diretor Steven. Tudo seguia a rotina de sempre, até que certo dia conheceu Brian, um homem encantador e misterioso por quem logo se apaixona. A partir daí, tudo mudou drasticamente e vários outros acontecimentos inexplicáveis tumultuavam sua vida.  Após um acidente ela perde a memória, deixando todos preocupados, em especial sua amiga Lucy, que já desconfiava sobre quem realmente era Brian e ainda, sobre as intenções de Steven. Sem lembrar-se de nada sobre seu passado, estava ainda mais vulnerável, pois não sabia discernir quem realmente estava falando a verdade, quem era o bonzinho e quem era o seu algoz. Pesadelos assombravam seu sono, lhe deixando abalada psicologicamente e muito assustada. Porém, breve descobriria que o ocorrido em seus sonhos coincidiam com o tormento vivido na realidade.

Enfrentando seus próprios conflitos e temores Celina e sua família tem de lidar com o adoecimento de sua tia Beth. Para melhor recuperação de sua tia, ambos vão morar na capital em busca de condições melhores de tratamento. Ela por sua vez achou que a mudança de cidade poderia poupar-lhe de tudo que estava vivendo e distanciar de Steven e Brian. Mas, não é isso que acontece, novamente as circunstâncias os aproxima novamente.  

Estes não são os únicos enigmas que envolvem a vida de Celina, havia um mistério maior em seu passado, em sua verdadeira origem, que a colocava no centro de tudo, sendo o alvo e o motivo da disputa entre os vampiros.  O perigo não rondava apenas a ela, mas também a todos que estavam a sua volta. Um duelo entre vampiros se instala na trama, com o objetivo de recuperar a relíquia do clã e conquistar o amor de Celina.

Neste embate veremos ameaças, sequestros, fugas e o romance arrebatador e incondicional protagonizado por Celina – Filhos da noite promete despertar no leitor a curiosidade para desvendar os mistérios da estória e emoção com as reviravoltas da trama.

 

Compre o livro

 

Como chegou na estória do livro? O que te inspirou? Você tem alguma relação pessoal ou profissional com o contexto do livro?

Estórias sobre vampiros sempre me chamaram atenção, sejam livros ou filmes. Me sinto atraída por esse mistério que permeia o tema, poder brincar com o desejo de ter poderes sobrenaturais, de ser imortal e toda sedução que emana destes seres. O filme que me inspirou a escrever o livro foi ENTREVISTA COM O VAMPIRO, que assistir enumeras vezes, assim como tantos outros que já vi e li. A partir daí pesquisei bastante para tecer uma trama bacana e consistente para fazer os leitores embarcar nesta fantasia vampírica.

Alguns traços da Celina, a protagonista, escrevi projetando algumas coisas que possuo, que gosto, por exemplo, já fiz teatro e também sou poetisa. E um de seus pesadelos contados no livro, eu o tinha regularmente e era assustador, daí o escrevi em um de seus vários pesadelos. Acredito que sejam essas as relações existentes com o livro.

 

Como foi para você trabalhar com Celina, a protagonista?

Ah, foi muito bacana o processo de criar a Celina. Inicialmente seu nome era Bela, mas em virtude de ser o mesmo nome da personagem do livro Crepúsculo, optei por muda-lo pois não queria que remetessem ou tentassem fazer comparações. Sempre a descrevi e imaginei suas falas com carinho e nos momentos mais tensos do livro ficava tocada com suas vivências e em todo tormento que ela passava e pensava em um bom destino para ela. No processo da criação do livro, eu tinha dois finais para a trama e não sabia qual destino dar a ela. E pensei em qual final eu gostaria para ela, minha criação. Um amigo meu também me ajudou a decidir. Foi bem difícil a escolha. Mas escolhi e gostei bastante do resultado.

 

E os demais personagens?

Os demais personagens criados foram mais fáceis do que o processo de criar a Celina. Estudei a origem de cada um, em especial os personagens vampiros, pois eram de clãs diferentes e suas características eram peculiares. Dei a cada um, adjetivos para conquistar os leitores, em especial o Brian, que sendo vampiro, possuía beleza e atração intensos.

 

 

De uma maneira gera, como foi escrever o livro? Fale sobre seu processo criativo.

Bom, li bastante sobre o assunto. A gente pensa que é só falar de vampiros sanguessuga e fim de papo. Mas, eu realmente quis pesquisar tudo. Peguei um fato real acontecido com mortes supostamente misteriosas e teci minha trama pegando esse fio. Pesquisei sobre como surgiram os vampiros, seus poderes, seus clãs e tudo que pudesse me dar mais informações sobre o assunto. Procurei descrever bem o cenário do livro, narrando os detalhes das cenas para fazer com que o leitor se visse naquela estória, naquele contexto. Enfim, foi um pouco exaustivo, me senti tragada pela estória, mas foi escrito com tanto amor, com tanta vontade para que ficasse tudo tão perfeito e que esse carinho ficasse nítido em casa página do livro, tudo para que leitores gostassem da obra.

 

Para quem você recomendaria FILHOS DA NOITE?

Recomendo a todos que gostam de uma boa leitura, com fantasia, seres sobrenaturais e um romance épico que promete conquistar o leitor. Filhos da noite mistura ficção com romance e traz uma trama envolvente com perseguição, pesadelos bizarros, assassinatos e um grande amor. Super vale a pena embarcar nesta aventura.

 

Tem alguma história ou curiosidade interessante que envolva o livro?

Sou suspeita para falar, defendo o livro e todo o drama de meus personagens. Então, digo que toda estória é bem interessante. Mas, te convido a ler e comprovar.

 

Fique à vontade para falar o que quiser.

Agradeço a Revista de Arte Brasileira pela entrevista, foi uma enorme satisfação e alegria falar do meu livro para vocês. Quero convidar a todos a ler o livro. Ele está disponível no site clube de autores, no link: https://clubedeautores.com.br/authors/19366.  

 

 

Foto da autora

 

 

 

 

Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish