Conecte-se conosco

Música

[RESENHA] Rapper Zw – O quão pesado pode ser uma letra?

Avatar

Publicado

em

 

Destinos traçados entre a rua e o rap, a mudança diária de uma mente estressada dentro duma cidade caótica, rodeada de violência. Domingo é a roda cultural, a batalha de mc’s, onde deuses choram e ninguém faz carinho. 

Salvador é, infelizmente, o lugar onde alguns amigos gostam de celebridades, acabam não apoiando o amigo artista do bairro sendo que o mesmo morre para produzir um som, um texto, um vídeo, uma pintura de qualidade para ter pouco views. É desanimador.

E quem diria que o moleque da comunidade iria crescer e ter uma inteligência tão grande a ponto de sentir uma letra pesada mesmo que sendo escrita com palavras simples? Para colocar o som do Zw é necessário entender que não adianta está inquieto, pois você não entenderá muito. Somente o básico. É preciso parar o que estava fazendo, sentar e escutar.

Sobe o morro, desce o morro, chama os amigos ”eu quero me tornar um rap” e em cima do muro tomou murro e desceu igual uma fera. Violento ao soltar métrica, e em sua prosa a fazer poesia e enquadrar padrões chatos e o racismo estruturado no brasileiro. A rotina tediosa de um trabalho escravo e por tom de pele ser enquadrado pela azul, ou chocolate e essa é apimentada. 

 

[ENTREVISTA] Rapper Zw e o choque de realidade em suas letras!

 

Zw não tem músicas, tampouco lyric, ele tem manifestos e não abandona os seus ideais. A ideologia versada circulando a letra acaba deixando tão pesada quanto a própria história do Titanic ou do holocausto. A fim de mostrar erros em diversos assuntos que são abordados de maneiras erradas, como por exemplo: Política. ”Bozo, eu te botei no bolso, pra ver se sobe a bolsa de valores, pra mim você é um boçal. Que fica falando besteira em rede nacional, no fim morre mais um preto por causa de uma parafal” (Zw – “Manifestação Mental” – Prod.Aquahertz) 

O peso de uma ideia faz com que surja um efeito. Zw é abraçado por conta da inteligência nas batalhas, e claro, por conta também das suas letras nas músicas. Como ele mesmo diz ”Eu faço as músicas quando tô precisando soltar, é algo particular meu, se não for feito de coração, não faço” 

Um artista no Brasil, seja lá o que ele faça, precisa entender isso: Eu só irei fazer algo caso venha ser feito de peito aberto. Zw tem talento nato, além da voz encaixar bem no beat, traz também o tom agressivo para abrir debate sobre diversos assuntos sérios. 

Letras para ser estudadas, analisadas e pensadas. Quem disse que para ser inteligente precisa estudar em escola particular? Quem disse que para ser inteligente precisa ser rico? Quem disse? A intelectualidade também nasce e floresce nas comunidades de Salvador. 

EnglishPortugueseSpanish