Conecte-se conosco

Especial

[CRÔNICA] “Os processos que os artistas tanto falam”, de Luan FH

Luan FH

Publicado

em

Quem produz arte; pintura, escrita, desenhos. Sempre avisa; processos chegarão. A realidade é dolorosa demais, tanto que você se sente sufocado tentando passar logo por isso, por quê? É muito mais simples quanto parece, o ser humano em si vive destinado a ter alguém ou querer ter algo, é que na realidade, se você ficar sozinho(a) demais por muitos anos, a solidão chegará tão forte que te atingirá o peito sem dó, tampouco piedade. 

Tem escritores(as) que escrevem sobre a liberdade de voar só e também o amor próprio, o que é bom, porém, ser humano é ser humano e chegará um momento em que a necessidade de um apoio virá. E como fica? Já percebeu que grande parte da arte de hoje em dia é baseada em amar? Se não for alguém, é a si mesmo.

A maior dor é a da decepção, sabe? Quando atinge o peito de uma maneira covarde, e nos sentimos no fundo do fundo da merda. E então, com o levantar d’outro dia, a decisão de se curar e continuar sobrevivendo a tudo se restabelece. Nesse ato, mesmo amando ou gostando, é hora de dar um basta, de se curar e sossegar. Começa o processo de cura; o mais doloroso. Evitando conversa e abrindo os braços para o afastamento dessa pessoa por um longo tempo até que não sinta mais nada. 

“Seu coração é o antigo sertão, e ele precisa de água, mas você tem que entender que a chuva cairá no momento certo.”

O processo de mudança também faz parte de algo doloroso, mudando rotina, mudando questões da personalidade para se sentir melhor, adaptando um cuidado maior consigo mesmo(a). Todos os processos em questão faz parte de algo grandioso e doloroso; até uma borboleta para sair do casulo precisa sofrer. E depois, ela pode voar em liberdade.

A questão aqui é a seguinte: Quer sua liberdade antes da hora para voar? Mas e se vier fácil, você voará em liberdade ou terá a falsa sensação de estar voando? 

Todos os processos em si precisam ser respeitados, e toda decisão que tomarmos gerará uma consequência no futuro; boa ou ruim. E muitas vezes abrimos os braços para uma frustração futura. No mundo artístico os sentimentos são sempre bem aprofundados, bem intensos, percebe-se em algumas pinturas, quadrinhos, textos e até poesia ou poema, um tanto de sentimentos que afloram a pele e traz flores as almas que precisavam das chuvas. 

Seu coração é o antigo sertão, e ele precisa de água, mas você tem que entender que a chuva cairá no momento certo. E a chuva é um dos processos dolorosos que você está passando; seja de cura, amadurecimento, crescimento, mudança, entre outros. 

Todo processo é doloroso, mas vale a pena passar para adquirir sabedoria, compreensão, não queira ter a falsa sensação de liberdade, mas sim, queira voar de verdade, batendo asas, e não fingindo tê-las. 

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish