18 de julho de 2024
Além da BR

Cantora Marcela Arroyo e violonista Quique Sinesi dedicam-se ao amor à pátria em “Terruño” [entrevista]

Cantora: Marcela Arroyo (Argentina) I Violonista: Quique Sinesi (Argentina)

Lançamento: single “Terruño”

Compositores: Marcela Arroyo e Quique Sinesi

Ano de lançamento: 2024

O que esta música diz em sua letra e qual sua mensagem ao mundo? 

Essa música fala sobre o sentimento de pertencer à terra, ao lugar onde nascemos e onde nos sentimos protegidos quando crianças. É essa raiz profunda que nos acompanha aonde quer que vamos, especialmente nós, músicos, que não vivemos em nosso próprio país, mas levamos nossa música aonde quer que vamos. De certa forma, nossa música é nossa bandeira.

Como e por que a música surgiu? 

Conheço Quique Sinesi há mais de 20 anos. Suas melodias fazem parte da trilha sonora da minha vida. E toda vez que ouço suas composições, histórias ressoam em mim. Uma delas é “Terruño”, uma melodia linda e muito cantável, que descobri em seu álbum “Cuentos de un pueblo escondido”. Escrever letras para as músicas de Quique é um desejo antigo, e foi uma grande alegria quando Quique me deu o sinal verde para fazer isso com essa peça tão amada.

Musicalmente, como você descreve “Terruño“? 

“Terruño” tem um ritmo de chacarera, que é um tipo de ritmo que pertence a uma dança folclórica argentina. Para gravá-la, Quique usou um violão clássico de 7 cordas muito especial, feito por um luthier no Japão. O canto geralmente acompanha o violão em uníssono, há algumas melodias paralelas e a voz também é usada de forma percussiva. O arranjo é um duo simples, no qual você pode apreciar o domínio do violão de Quique e a minha voz juntos. Acho que é um belo resultado baseado na simplicidade. Além disso, gravamos essa música em Buenos Aires, em uma sala onde você podia ouvir os sons da cidade: as buzinas, as freadas, os ônibus. Tudo isso também faz parte da atmosfera dessa música.

Para você, qual a importância de gravar esta música somente acompanhada pelo violonista Quique Sinesi? 

Voltar a colaborar com Quique Sinesi é um presente da vida. Ele é uma referência para mim e uma inspiração poder fazer música com ele de perto. Ele também é um dos mais destacados violonistas da América do Sul, vencedor do Grammy Latino. Ele toca em duo com Pablo Ziegler (pianista de Astor Piazzolla), formou um duo com Charlie Mariano, fez parte do grupo de Dino Saluzzi e é, pessoalmente, um dos meus compositores favoritos. Escrever a letra de uma música tão emblemática como “Terruño” é um sonho que se tornou realidade.

O que esta música diz sobre o seu país, a Argentina?

Ela fala da beleza das pequenas coisas que vemos no lugar onde nascemos. Uma paisagem de amor, onde a imagem de nossa família de infância ainda está lá, um céu que parece ter o azul mais intenso, uma melodia diferente e rituais que aprendemos quando crianças e que nos acompanham por toda a vida.

Há alguma curiosidade sobre este lançamento que você queira destacar? 

Além de gravar o single, também fizemos um vídeo ao vivo com um time dos sonhos. É a primeira vez que imagino um vídeo a partir do conceito e tenho a sorte de encontrar uma grande equipe para produzir minha ideia original e fazê-la funcionar. Estou muito feliz com o lançamento dessa faixa e do vídeo, que será lançado em 27 de junho no YouTube, Vimeo e outras plataformas.

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.