13 de abril de 2024
Além da BR

ENTREVISTA – Milla Besson reflete a complexidade das emoções humanas no single “Courbes”

Artista: Milla Besson

Lançamento: single “Courbes”

Composição: Jérémie Kisling e Milla Cécile Besson

Ano de lançamento: 2024

O que você diz nos versos?

São dísticos que refletem a complexidade das emoções humanas através de uma palavra simbólica “Curvas”.

O que inspirou essa música?

Havia um desejo profundo de escrever uma música que pudesse me encorajar a aceitar minhas emoções, vivendo-as e amando-as.

Quando conheci o artista e cantor Jérémie Kisling, rapidamente decidimos escrever músicas juntos. “Courbes” é o primeiro título nascido da nossa colaboração. Jérémie conseguiu me ajudar a encontrar as palavras certas nas notas certas.

Musicalmente, como você descreve isso?

“Courbes” é uma música com versos muito extensos, muitas palavras inclusive “Courbes” que continua surgindo. Os refrãos trazem uma verdadeira abertura, um sopro de ar, menos palavras, respirando, surfamos na superfície da música para voltar suavemente ao fluxo do verso. É uma música que considero progressiva, com um começo calmo e um final mais intenso e explosivo musicalmente.

Quais são seus comentários sobre o videoclipe?

O clipe foi produzido em parceria com o fotógrafo Pierre Daendliker. Rapidamente surgiu a vontade de filmar o clipe inteiro na academia de boxe mais antiga da minha região. A ideia era filmar em preto e branco, formato quadrado, material de filmagem (água, gelo, espelho) para expressar a complexidade da música. Houve uma verdadeira cumplicidade com o realizador com quem imaginámos segundo após segundo os diferentes planos e imagens do clip.

O resultado superou minhas expectativas, Pierre é um diretor de imagem incrivelmente talentoso.

Qual é a ligação entre esta canção e a cultura e música suíça?

A cultura musical suíça é inspirada na cultura musical dos países vizinhos. Cresci ouvindo a música francesa, que tem epicentro na França.

Esta música é composta por múltiplas inspirações, simplicidade e naturalidade suíça, poesia e melodias francesas, arranjos e atmosfera pop de língua inglesa.

Há alguma anedota ou curiosidade sobre o lançamento da música que você gostaria de destacar?

Os versos melódicos desta primeira canção faziam parte de uma canção já existente que Jérémie Kisling havia proposto a um renomado cantor francês que a recusou educadamente. Felizmente ! 😉

O que essa música diz sobre sua carreira?

Essa música destaca meu desejo de dedicar um tempo para construir minha aventura musical no meu próprio ritmo, permanecendo livre.

Crédito da foto de capa da publicação: @pierre_a_plume & @marc_aymon (instagram)

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.