15 de julho de 2024
Além da BR

“Falo sobre minha filha e o mundo em que ela viverá”, diz Alex Valojah no reggae roots “Your Eyes”

O cantor e compositor francês Alex Valojah é pai e artista, e esta condição o fez escrever a canção “Your Eyes”, que faz parte de um EP ainda a ser lançado e que segue o mesmo propósito desta faixa. Nela, Alex aborda o amor por suas filhas, mas colocando este aspecto em ligação ao mundo que elas irão viver. A sonoridade, como ele pontua, carrega um instrumental infantil melancólico, inspiradas no reggae roots.

Nós trocamos algumas ideias com o artista sobre “Your Eyes”. Veja após o vídeo.

O que você diz nessa música? Nessa música, falo sobre minha filha e o mundo em que ela viverá. Mesmo que eu nunca tenha certeza de mim mesmo, peço-lhe que confie em mim para acompanhá-la e passar com calma pelas diferentes provações pelas quais passará. Ao longo da sua vida, ela certamente conhecerá pessoas boas, mas também pessoas más, mas eu sempre serei o único a me perder em seus olhos. Não importa as provações, não importa o tempo, estarei sempre presente fisicamente ou em seus pensamentos para segurar sua mão e mostrar-lhe o caminho. 

Qual é a sua mensagem para o mundo? Em grande parte das minhas músicas, procuro espalhar amor. Você pode ser rico, poderoso ou forte, nada pode substituir o amor que você dá ou recebe. Acho que vivemos num período em que a humanidade é egoísta e onde o dinheiro controla todas as nossas ações. Dar amor não custa nada… Foi o que decidi fazer no meu primeiro EP.

Qual foi sua inspiração para escrever essa música e como isso aconteceu? Tive a ideia para essa música enquanto olhava para os olhos infantis inocentes e brilhantes da minha filha. Ela me olhou com muito amor, como uma filha olha para o pai, é uma relação única. Disse a mim mesmo que para ela eu tinha um grande papel a desempenhar, encontrei alguns acordes um pouco melancólicos no piano e escrevi o texto ao mesmo tempo. Inspirado há anos no reggae de raiz, gosto de sons doces e vibrantes, procurei transmitir esse espírito na minha peça. Depois gravamos a música em estúdio com meus músicos. Foram eles que sublimaram a peça para que ela se tornasse o que é hoje. 

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.