24 de maio de 2024
Além da BR

Joe Bryson e seu dilema de “Viver como se fosse o último instante”

Joe Bryson, um cantor e compositor norte americano, tem uma história de vida profunda e que serve de medicina à corações perdidos, um abraço apertado de quem descobriu boas coisas na vida e decidiu-se ausentar das queixas. Em 2018, ele foi diagnosticado com câncer. “Havia um tumor do tamanho de uma bola de golfe no meu pescoço e, devido ao tratamento, disseram-me que talvez nunca mais cantasse. Além disso, fui forçado a realmente aceitar o fato de que a vida é curta. Muito curto na maioria das vezes.”, diz ele.

Um ano mais tarde, Joe recuperou-se por completo, recuperando, então, o poder do canto. “Eu olho para trás como uma bênção e criei o lema ‘Down To the Filter’ logo depois. Significa viver a vida até que não haja mais nada absoluto. Vivendo DURO, tão duro quanto você puder. Tenho orgulho de dizer que vivo de acordo com esse lema desde a recuperação. Mudei-me para Nashville pouco depois para perseguir meus sonhos, encontrar meu verdadeiro eu, revelar minha verdadeira arte, criar memórias que durarão a vida inteira e, no geral, apenas viver a vida ao máximo.”, afirma.

Pronto pra viver o mundo sob esta perspectiva, o artista lançou neste 2023 um single chamado “Down To The Flilter”, inspirado nestas vivências mencionadas anteriormente. Segundo Joe, a música é sobre uma noite com um amante, vivendo-a como se fosse a última. O mesmo, diz ela, serve para os shows com sua banda, onde “tocamos em cada show como se fosse o último”. Quanto a sua carreira, a mesma ideia, gratidão por estar vivo e poder continuar fazendo múisca até o último suspiro.

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.