23 de julho de 2024
Além da BR

Playlist “Além da BR” #127 – Sons do mundo que chegam até nós

além da br

Somos uma revista de arte nacional, sim! No entanto, em respeito à inúmeras e valiosas sugestões que recebemos de artistas de diversas partes do mundo, criamos uma playlist chamada “Além da BR”.

Como uma forma de estende-la, nasceu essa publicação no site, que agora chega a sua 127ª edição. Neste espaço, iremos abordar alguns dos lançamentos mais interessantes da playlist.

Joelias – “I Wanna Be Free” – [MINI ENTREVISTA]

Se fosse esse o caso, como você apresentaria essa música a um amigo antes que ele a ouvisse? A música cativa com seus tons suaves de rock e letras sinceras sobre a busca de descobrir o sentido da vida e encontrar muitos obstáculos e reconhecer que ser livre é um pré-requisito para descobrir a verdade de alguma forma.

Que história você canta na letra? É a minha história sobre como viver a vida e se sentir bem na vida, adotando uma atitude de “ser livre” antes de prosseguir para a vida.

Como surgiu essa música, o que a inspirou? Muito fácil na verdade, você sabe que você só pega o violão e toca e canta e escreve, é apenas uma daquelas músicas que saiu com muita facilidade… Eu escrevi quando era muito jovem.. Eu tive a ideia de ser livre em minha mente…

Descreva esta música musicalmente. É uma verdadeira canção folk, o tipo de música realmente inspirada em Bob Dylan.

É baseado em violão, mas decidi fazê-lo com bateria e baixo completos e adicionei um teclado simples e gaita.

Respostas Joelias

Jake Giles“Understanding” – (Estados Unidos) – [MINI ENTREVISTA]

Como você apresentaria essa música a um amigo? esta é minha pintura impressionista de uma separação. Contém palavras e imagens de vários relacionamentos e captura os sentimentos de cada um. É um abraço caloroso para quem precisa, completo com um slide guitar e cordas abandonados.

O que dizem as letras? Ainda fico nostálgico e me sinto agridoce quando ouço isso. A sensação de estar em uma reunião com seu parceiro e sentir que está desconectado. Observar seu parceiro interagir com outras pessoas da mesma forma exultante que costumavam interagir com você. Ao levantar essas dúvidas, você espera que elas respondam às suas inseguranças com compreensão.

Como e por que essa música surgiu? Understanding começou como uma música sobre o fim de um relacionamento – na noite em que comecei a sentir que nos separamos. Ela evoluiu para uma música com a qual todos podem se identificar – esperando que seu parceiro entenda de onde você vem, mesmo que isso machuque vocês dois ou possa fazer tudo implodir.

Musicalmente, como você descreve isso? lo-fi indie pop rock você ouviria o anoitecer no telhado

O que essa faixa diz sobre seu novo EP? Meu EP Away Message é sobre limites. Isso inclui aqueles saudáveis ​​que são importantes para definir e aqueles que você coloca para manter as pessoas afastadas e que podem não ser tão saudáveis. A compreensão especificamente fica em algum lugar no meio. Quando você se sente magoado, você ergue paredes. É tão fácil fazer isso quando às vezes basta ser honesto com os sentimentos desagradáveis ​​que você tem.

Respostas Jake Giles

Dad Bod – “The Sound of a Memory (Forgive My Ways)” – (Estados Unidos) – [MINI ENTREVISTA]

Se fosse esse o caso, como você apresentaria essa música a um amigo antes que ele a ouvisse?No momento em que você a ouve, você é transportado para este lugar sonhador e nostálgico, cheio de calor e esperança. A música tem um ritmo contagiante que envolve você. As letras são lindamente elaboradas, pintando imagens de memórias assombradas e momentos dourados.” – Um amigo

O que dizem os versos? Os versículos são baseados em relacionamentos da vida real que afetaram cada um de nós pessoalmente. 
Essas letras retratam uma mistura de tarefas cotidianas e pensamentos ou memórias introspectivas.

Os versos iniciais “Arrume a mesa, vamos comer” e “Vá escovar os dentes agora” sugerem atividades mundanas associadas à vida diária, possivelmente em ambiente familiar.

Pergunte como foi seu dia”, seguido de “Não me incomode agora”, sugere o contraste entre querer se envolver com outras pessoas e precisar de espaço pessoal ou de tempo sozinho.

“Fingir um sorriso de novo”, sugere fingir uma fachada de felicidade ou normalidade, mesmo quando se sente o contrário.

O refrão recorrente “Porque estou afundando no som de uma memória” reflete estar profundamente imerso em lembranças nostálgicas, talvez desencadeadas por certos sons ou sensações.

“Lembra como é ter 19 anos? Quão assustador e livre” evoca uma sensação de reminiscência sobre a juventude, com sua mistura de excitação e incerteza.

Os versos “Sente-se lá fora e pense” e “Vá arrancar essas ervas daninhas agora” implicam momentos de reflexão ou contemplação em meio a tarefas mundanas, possivelmente sugerindo um desejo de solidão ou espaço mental.

A menção de “tentar encontrar um caminho para os lençóis sem implorar de joelhos” sugere um desejo de intimidade ou conexão, embora com um toque de vulnerabilidade ou desespero.

No geral, as letras capturam uma mistura de momentos comuns, introspecção e um desejo por algo mais profundo ou significativo.

É uma mensagem universal? Se sim, qual? A mensagem transmitida nessas letras aborda temas e emoções com os quais muitas pessoas podem se identificar, tornando-as um tanto universais. Elementos como relembrar a juventude, navegar nas rotinas diárias, procurar conexões e lidar com lutas pessoais são experiências que sentimos que podem repercutir em indivíduos de diferentes origens e culturas.

Os sentimentos de nostalgia, saudade e introspecção são experiências humanas universais que pessoas de diversas esferas da vida podem compreender e ter empatia. Além disso, as letras capturam as complexidades das emoções humanas, incluindo momentos de alegria, incerteza e vulnerabilidade, que são comuns à condição humana.

Embora os detalhes específicos e o contexto possam variar de pessoa para pessoa, as emoções e temas subjacentes abordados nas letras podem ressoar em um público amplo, tornando-a uma mensagem significativa para muitas pessoas.

Musicalmente, que música é essa? Essa música tem um groove. Ele destaca a linha de baixo única de Matthew que tem sua própria melodia, junto com a poderosa bateria de Marcus. A música apresenta riffs de guitarra melódicos, refrões cativantes e letras introspectivas. A instrumentação inclui guitarras, bateria e baixo, com camadas adicionais de teclados, cordas e trompas.

O que essa faixa diz sobre seu novo álbum? “The Sound Of A Memory (Forgive My Ways)”, junto com os outros dois novos singles da banda, oferece um vislumbre dos diversos sons e inspirações que definem seu próximo álbum. Serve como uma prova dos gostos musicais ecléticos da banda e de sua exploração contínua de diferentes gêneros e estilos.

Com cada faixa, Dad Bod mostra sua habilidade de aproveitar uma ampla gama de influências, refletindo sua imersão contínua em diversas paisagens musicais. Do indie rock ao folk, pop e elementos de sons alternativos ou experimentais, o álbum promete uma rica tapeçaria de texturas sonoras e profundidade emocional.

A letra de “The Sound Of A Memory (Forgive My Ways)” sugere temas de introspecção, nostalgia e busca de perdão, sugerindo que o álbum pode se aprofundar em assuntos profundamente pessoais e relacionáveis. Esta autenticidade emocional, combinada com a versatilidade musical da banda, cria uma experiência auditiva envolvente que ressoa com um público amplo.

No geral, o novo álbum de Dad Bod está preparado para oferecer aos ouvintes uma viagem através de uma miríade de humores e narrativas musicais. Quer você seja atraído por refrões contagiantes, baladas introspectivas ou hinos energéticos, há algo para todos descobrirem e desfrutarem. A banda está aguardando ansiosamente a oportunidade de compartilhar nosso mais recente empreendimento musical com os fãs, confiante de que sua diversidade de gêneros e tom geral irá cativar e encantar o público em todo o mundo.

Respostas Dad Bod

Nolans Rd – “Highway #7 with Mr Young” – (Canadá) – [MINI ENTREVISTA]

O que dizem os versos? A música é sobre a comparação entre a vida de alguém e a de um rio. Os altos e baixos que ambos experimentam. As pessoas e os lugares que vemos e ouvimos e a natureza e o mundo que nos rodeia.

A mensagem da música para o mundo. Espero dar ao ouvinte a esperança de que na vida temos nossos obstáculos e que podemos supera-los apreciando o que temos e a beleza que nos rodeia se apenas pararmos e olharmos.

Descrevê-lo musicalmente. É uma homenagem às grandes canções folk /rock da década de 1970 que muito me influenciaram na minha escrita e na minha maneira de pensar. Mr Young é uma referência a Neil Young, um dos meus ídolos musicais e também um colega canadense.

Respostas Nolans Rd

Manuel the Band“Latelyn” – (Estados Unidos) – [MINI ENTREVISTA]

O que é esta música? Então, em geral, a música é sobre se afastar do pensamento de alguém e de como isso pode ser difícil. Na verdade, trata-se de questionar um rompimento – foi a coisa certa a fazer? Foi uma perda de tempo? Eu queria muito partir da ideia do que acontece depois do seu rompimento, sabe? Todos os seus amigos dizem que foi a coisa certa a fazer, mas sempre há uma parte de você que luta contra isso: nunca é fácil.

Qual sua mensagem? Não tenho certeza se tenho uma mensagem para o mundo. A música é mais eu contando o que eu estava passando na época. Foi uma série de pensamentos que simplesmente se manifestaram em forma artística – a forma mais linda!

Respostas Manuel the Band

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.