23 de junho de 2024
Além da BR Listas de lançamentos

Playlist “Além da BR” #64 – Sons do mundo que chegam até nós

além da br

Somos uma revista de arte nacional, sim! No entanto, em respeito à inúmeras e valiosas sugestões que recebemos de artistas de diversas partes do mundo, criamos uma playlist chamada “Além da BR”.

Como uma forma de estende-la, nasceu essa publicação no site, que agora chega a sua 64ª edição. Neste espaço, iremos abordar alguns dos lançamentos mais interessantes da playlist.

The Kitchen Collective – “Magic Mushroom Pizza” – (Estados Unidos) – [MINI ENTREVISTA]

– Qual é o conceito e a mensagem dessa música? Esta é uma música divertida e kunky destinada a ter um toque alegre inspirado nas vibrações do funkadelic. A música mistura os temas de comida e cogumelos psicodélicos. Sendo a comida um tema comum da banda, nós a integramos de alguma forma em cada um de nossos lançamentos.

– O que você diz nos versos? O verso principal discute o processo de fazer uma pizza, exceto com alguns “guloseimas vegetarianas”, sendo estes os cogumelos mágicos! A música continua documentando uma viagem caminhando pela praia e tem toda uma seção abstrata de solo de trompa onde a viagem está “começando“. Há uma seção intermediária que divide a interação de dois amigos trabalhando na compra dos referidos cogumelos e tudo está ligado ao trabalho de guitarra inspirado em Corry Wong.

– Qual é a proposta musical desse single? Este é um single divertido. Para trazer um pouco de brevidade ao mundo. Para dar às pessoas algo para tocar e sorrir. É no espírito do velho funk do Parlamento, onde o clima é muito vibrante e quase bobo.

– Tem alguma história ou curiosidade interessante sobre esse lançamento? Nossos programas ao vivo atuais contêm algum tipo de culinária. Normalmente feito no palco, misturando massa de panqueca e virando-as enquanto tocamos músicas ao vivo. Em seguida, alimentando-os para a multidão. Os próximos shows terão algumas seções Rolling Doe onde montamos a pizza e a alimentamos da mesma forma. Isso é diferente de qualquer show ao vivo por aí!

Respostas The Kitchen Collective

Open Road Folk Music – “Wind Off the Sea” – (Estados Unidos)

O novo single do projeto instrumental Open Road Folk Music faz jus ao seu propósito, ser um veículo de “liberdade e paz nos espaços abertos”. Esta música, ambientada na brisa e na meditação, coloca o ouvinte numa “sensação de dirigir ao longo da costa da Irlanda”, como o próprio projeto define. Escute, navegue em mares serenos com a obra “Wind Off the Sea“.

Massimiliano Avi – “Empatía Estelar” – (Chile) – [MINI ENTREVISTA]

– O que vocês diz nos versos do poema? ESTELAR EMPATIA é um poema de luminosidade, fala de empatia e paz em um momento muito difícil para a Terra e a humanidade.

Garbo e sentimentos positivos: é meu presente para a esperança de um futuro melhor.

– Qual sua mensagem? Pretende ser uma pintura musical e visual: uma mistura de palavras minhas e de outro poeta italiano traduzidas e retrabalhadas por mim, vibes reggae, e uma história entre os novos cantores e os velhos bardos, até que a melhor luz seja obtida no composição. final.

A capa é filha de uma foto que tirei em um museu em Siena na Itália, e tem muitos símbolos e mensagens positivas, como as encontradas no texto e na música, e no final em todo meu projeto de poesia definido para música, incluindo meu álbum anterior LA SAGRADA LUZ (DESNUDA).

– Como você pode definir o som que acompanha o poema ? A música é uma mistura entre Manu Chao no início e Bob Marley no final: são sons isentos de royalties misturados, elaborados e gravados por mim, junto com minha voz pintando todo o embrião musical com palavras poéticas, até obter uma vertigem mântrica que resta ouvir, e deixar sentir e pensar.

– Há alguma história ou curiosidade interessante sobre este lançamento? Foi uma ideia que surgiu de repente e artisticamente inspirada, como sempre me acontece, logo após o lançamento do meu disco de poesia musical LA SAGRADA LUZ (DESNUDA).

Como já disse, é mais um presente para esperar um futuro melhor.

Se a minha biografia ou outras curiosidades vos forem úteis, deixo-vos a descrição que se encontra no meu SPOTIFY:

Poemas musicais: assim podem ser definidas minhas criações.

Escrevo poesia há muitos anos, entre a Itália e o Chile, e recentemente comecei a testar a alquimia entre versos e notas.

Misturo batidas, sons artificiais e naturais, gravações de instrumentos familiares, e minha voz pintando todo o embrião musical com palavras poéticas, até obter uma vertigem mântrica que se ouve, sente e pensa.

Respostas Massimiliano Avi

Sean King“Cellophane” – (Austrália) – [MINI ENTREVISTA]

– O que você diz nesta música, qual é a sua mensagem? Essa música é sobre o rompimento de um relacionamento, como todos nós passamos em algum momento de nossas vidas. A ferida a dor, tudo se transformando em chamas.

– Como você pode definir o som do single? É uma balada inspirada no country rock, com vocais roucos e energia low-end.

– O que você acha que tem de mais especial nessa música? Os vocais corajosos e masculinos no refrão, apoiados pelo solo de guitarra slide.

– Tem alguma história ou curiosidade interessante sobre esse lançamento? Bem, qualquer um que tenha passado por uma separação saberá que sempre há um “jogo de culpa”, e pode rapidamente se transformar em chamas e tudo acabar!

Respostas Sean King

Rob Shore – “Shades Pulled Down” – (Estados Unidos) – [MINI ENTREVISTA]

– Como surgiu essa música? Essa é a primeira música que lancei que não foi escrita por mim. Meu irmão Gary a escreveu e a enviou para mim no ano passado, apenas com um violão e uma única voz. Era muito bonita e misteriosa. Eu criei o arranjo com dois cantores e um violoncelo e trabalhei na ponte, mas o belo gancho e a letra misteriosa vieram do meu irmão.

– Há algum fato ou história interessante sobre esse lançamento? Há cinco anos, em uma sexta-feira à noite em St. Augustine, Flórida, ouvi uma voz hipnotizante vindo de um café ao ar livre. Intrigado, segui o som cativante por alguns quarteirões e descobri uma mulher cantando com o nome de Jolie. Cinco anos depois, meu produtor Lucio me tocou uma música que ele havia produzido e eu imediatamente reconheci o talento único de Jolie. Perguntei se ela estaria interessada em gravar comigo. No dia seguinte, fomos para o estúdio e criamos essa versão incrível da música.

– É possível definir, de modo geral, o som do single? Essa gravação me lembra uma música de um musical da Broadway. Quando ouvi essa versão final de “Shades Pulled Down”, pude imaginar dois atores em um palco cantando essa música (seguida de aplausos estrondosos)

Respostas Rob Shore

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.