26 de fevereiro de 2024
Além da BR

Solo desde 1999, cubano Eliades Ochoa preprara os corações para a chegada do álbum “Guajiro”

Acostumado a ser visto como um “Johnny Cash de Cuba”, Eliades Ochoa é um artista caribenho que, em 1997, alcançou reconhecimento internacional como membro do grupo Buena Vista Social Club, quando tinha 50 anos e 18 deles à frente da banda, após vencer o Grammy e ter acumulado grandes conquistas e prestígios com a Buena Vista. Dois anos depois, o artista iniciou sua carreira solo, quando entregou ao mundo o disco “Sublime Ilusión” e, depois, apresentou mais calorosos 16 álbuns e 7 singles.

Acontece que neste 2023 o cubano irá lançar seu novo disco, previsto para maio e intitulado “Guajiro”. “É diferente dos discos que já fiz, me tirando da zona de conforto”, comenta Eliades. “Tenho tocado som cubano tradicional há muitos anos e, neste ponto da minha vida, queria fazer algo um pouco diferente – e sempre adorei colaborar e estar aberto a outros ritmos e trabalhar com artistas diferentes.”. Ele ainda conta que o álbum revela muito de sua vida e história. “É realmente a história da minha vida e cada música tem um muito significado”, enfatiza ele.

Como uma forma de acalmar os ânimos de seus fãs, Eliades lançou uma faixa deste trabalho, a canção “Se Soltó Un León”, título que traduzido ao português dá em “Um Leão Libertado”, palavras que dizem muito sobre a letra.

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.