Conecte-se conosco

EP

BELCHIOR TRADUZIDO PARA A NOVA MPB – Ana Cañas lança EP com quatro releituras

Publicado

em

(Capa do lançamento – Foto de Marcus Steinmayer)

Com carreira iniciada oficialmente em 2007, e tendo o dueto com Nando Reis em “Pra Você Guardei o Amor” como consagração, a cantora e compositora paulistana Ana Cañas é mais uma tradicional brasileira apaixonada pela obra de Belchior (1946-2017).

Devido a essa devoção, Ana deu início a um projeto que, na verdade, está mais para a realização de um sonho pessoal: gravar as canções do queridíssimo cantor nordestino. O sonho se tornou realidade no início deste ano, ao lançar o primeiro EP desta missão diplomática entre as antigas, presentes e futuras gerações.

Um tempinho depois, Cañas chega com o segundo capítulo dessa novela. Ao seguir o mesmo ritmo de números de faixas, Ana, desta vez, escolheu as canções “Comentário a respeito de John” (1979), “A palo seco” (1973), “Sujeito de sorte” (1976) e “Divina comédia humana” (1978).

Essa maratona de revisitações da obra “belchiorniana” ainda terá continuidade. A ideia da artista é, em breve, juntar tudo e lançar o álbum completo “Ana Cañas Canta Belchior”.

FICHA TÉCNICA

Produção musical: Ana Cañas e Fabá Jimenez

Teclados e órgão Hammond: Adriano Grinberg

Baixo: Fábio Sá /

Bateria, captação e mixagem: Thiago Big Rabello.

FONTE: As informações são do site G1 (na coluna de Mauro Ferreira) e do texto biográfico de Ana Cañas no Spotify.

EnglishPortugueseSpanish