Conecte-se conosco

EP

Artistas do Vale lançam o EP “As Aventuras na Cidade Gelada”

Publicado

em

Capa do EP.

No dia 06 de outubro de 21, a ‘junção de 5 vilões’ (como os autores se denominam), lançou o EP “As Aventuras na Cidade Gelada” por autoria de o QUARTETO FANTÁSTICO + UMA, integrado pelos artistas Mistah Jordan aka Incógnita, Ericon aka Pocas Idéia, Rato aka Mestre Splinter, Killa Bi aka Abelha Assassina e Barba Negra aka Ladrão de Loops.

O EP, com uma estética totalmente underground e atemporal, resgata a essência urbana e marginal em versos diretos e cheios de um “tempero” que só quem viveu sabe essa magia nas rodas de freestyle dos anos 90 sabe.

“Uma reunião de MCs do Vale do Paraíba. Um resgate da essência do espírito dos anos 90; quando as bancas se reuniam para fazer freestyle. RAP underground brasileiro. Uma homenagem ao eterno vilão MF DOOM. Uma referência a cultura Hip-Hop através dos Quadrinhos que foram forte influência para os grafiteiros e grafiteiras nos anos 80.” (Nota dos autores).

SOBRE A FORMAÇÃO DOS VILÕES E A IDEIA DO EP

Tudo teve início em 2017, quando uma banca de 18 artistas que gostavam muito de rima improvisada no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, decidiu se juntar e formar a SPL – Sociedade dos Poetas Livres. Além das rimas improvisadas na hora, também faziam as próprias letras de rap, e a partir dessa manifestação coletiva surgiu uma mixtape de dois discos “Lado A” e “Lado B”, com muito rap no melhor estilo underground, com referência ao modelo gringo de instrumentais.

E, dentro dessa mixtape, tinha uma música, composta pelos cinco integrantes do EP que estamos falando, com o mesmo nome agora do grupo – QUARTETO FANTÁSTICO + UMA. A música em questão, bem grande, foi composta pelos MCs, cada um rimando em cima de um instrumental gringo e que contava uma história baseada em fatos reais.

A HISTÓRIA DO GRUPO

Nessa época da mixtape da SPL, os cinco membros integrantes do QUARTETO FANTASTICO + UMA, fizeram uma viagem para Curitiba – PR, para um show do Rato e Ralph (Barba Negra) e também visitar alguns produtores de batidas, conhecer alguns sebos e participar de uma entrevista, por isso o nome do EP “As Aventuras na Cidade Gelada”, devido ao frio da cidade paranaense.

Essa aventura, sair do Vale do Paraíba e ir pra Curitiba, a cidade gelada, rendeu ótimos momentos, todos vividos de forma intensa e apreciada, com a trilha sonora toda de muito rap, na ida e na volta, aonde em determinado momento, num instrumental que começou tocar, nasceu o refrão que mais tarde, cada um com sua letra deram luz à música que falamos anteriormente, aonde cada MC, pode relatar parte da vivência dessa viagem.

A INTERVENÇÃO DO MUNDO IMAGINÁRIO NA VIDA REAL

Essa mistura entre o rap gringo dos anos 80’s, 90’s e os quadrinhos que sempre tiveram bastante influência na cultura pop e artística, não poderiam somar de forma que não fosse tão positiva. Duas expressões que sempre conversaram entre si, em todas as manifestações urbanas e marginais da nossa cultura. MF DOOM e Marvel, que são grandes referências para essa obra, se amarrou no contexto do EP por obra do destino quando o grupo, enquanto se aventuravam na cidade gelada, encontraram um Figure Action do Dr Destino no sebo enquanto garimpavam discos. Infelizmente, na ocasião não conseguiram compra-lo, e foi daí que surgiu essa ideia de “resgatar o vilão”. 

PRINCIPAIS REFERÊNCIAS E INSPIRAÇÕES

Além de ser uma inspiração marcante, o EP também reage como uma homenagem ao MF Doom. Também é importante ressaltar a importância do rap gringo que aborda o universo dos quadrinhos, HQs e todo o esoterismo marcante dessa estética. A simbologia na construção dos personagens, o codinome de cada um, representando caraterísticas essenciais dos artistas, todo esse contexto serviu de forte base para o desenvolvimento do EP. Toda a vivência compartilhada pelos ‘vilões’, a ideia de reconstruir a música, e a celebração cultural dos mesmos, foi fundamental, se não determinante para a produção do EP.

O QUE ESSE EP REPRESENTA?

Continuidade! A manifestação sincera e artística de cada participante do EP e a vivencia fundamental do cotidiano marginal e oriundo da nossa cultura. Hip-hop em sua mais orgânica e competente expressão.

NOTA DO AUTOR

Particularmente um dos melhores lançamentos do ano. Toda a estética do EP na produção do Barba Negra, com instrumentais de características completamente saudosista, valorizando os samples, com texturas e formas tão expressivas que é quase palpável. Esse formato de instrumental minimalista, com as rimas acidas e diretas, na minha opinião, resgatou algo que eu diria essencial, numa época que o mercado caminha cada vez mais distante de algumas raízes.

Me sinto grato por poder ser fã de cada um dos MCs integrantes desse EP, e por ter a oportunidade de desfrutar de uma obra que chamaria de Clássico! Meu conselho: ouçam e conheçam, QUARTETO-FANTASTICO + UMA, os vilões do Vale, e conheçam essa aventura na ‘cidade gelada’.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Sobre a produção – todos os loops foram respeitosamente roubados por Barba Negra, e todos os MCs escreveram suas próprias letras.

Gravação/Mix/Master: Diego Xavier (Estúdio Wasabi); e a arte: Willian Kaue (releitura de Jack Kirb).

Conheça mais e siga nas redes sociais:

@oterrivelladraodeloops

@mistahjordan_012

@ericon_

@rato_mc

@gabi_killabi

EnglishPortugueseSpanish