Conecte-se conosco

Música

Banda Applegate explora o universo musical em seu novo single, “Entre Ondas”

Matheus Luzi

Publicado

em

(Divulgação)

Formada na capital paulista em 2016, a Applegate dissemina no Brasil o indie experimental. Lançaram o disco de estreia, “Movimentos Regulares”, na qual já apresentaram suas influências musicais e poéticas. No som, os caras não economizam em timbres e texturas e, nas letras, as “coisas da vida” são intensas inspirações.

Reforçando a essência do grupo, eles lançaram, no início deste ano, o single “Entre Ondas”, canção que que rebobina o indie carregado das influências musicais dos integrantes da banda que, apesar das raízes, estão sempre em renovação. O marketing deste lançamento foi um tanto diferente, indo contrário aos clichês. Isso porque a Applegate lançou o single em 2020 com a proposta de vendê-lo por R$ 5,00 e, só depois, lançá-lo nas plataformas digitais gratuitamente. Contudo, essa tática genial não se estagna aqui. Segundo os músicos, a ideia irá permear seus próximos lançamento, o que pode servir de exemplo para outros artistas.

“O single surgiu durante um ensaio, estávamos passando o show inteiro como sempre fazíamos e de repente o Gil soltou um riff, geral da banda curtiu a vibe e aí fomos montando, gosto muito do ritmo que incorporamos à esse som… uma espécie de Arrocha indie, com muita influência do Guitarrista Pedro Martins e do Frederico Heliodoro que costumam usar esse tipo de groove nos seus sons, que também (na minha opinião) tem um pouco de indie com bastante jazz envolvido na coisa.”, explica o integrante Pedro Lacerda.

O vocalista e guitarrista, Gil Mosolino acrescenta ao dizer que a música aborda as dificuldades passageiras e, então, chegar ao final do caminho sabendo que tudo fez sentido. Escrita em 2019, “Entre Ondas” é para o músico uma obra que faz muito mais sentido em tempos de pandemia.

“Agora queremos voltar a ensaiar bastante, coisa que deixamos de fazer por conta do isolamento. Já lançamos o primeiro single do ano e estamos muito ansiosos pra voltar a compor e experimentar sonoridades, para manter um ritmo massa de lançamentos ao longo dos meses! No geral a ideia é essa, assim que possível rodar ao máximo com a nossa música, fora de Sampa principalmente, apresentar nosso disco de estreia pra públicos diferentes e estar sempre nos reinventando sonoramente.”, diz o guitarrista Vinicius.

“Entre Ondas” marca uma nova fase na carreira da banda. Libertos e focados no single, o som é considerado, por eles, como o mais experimental da carreira, com direito a muitas camadas, giltchs e muitos efeitos sonoros. Gravada no Wiro Estúdio, a vasta opção de instrumentos e equipamentos só intensificou o processo. “Essa música é experimentação pura, com as participações especiais, o abuso de efeitos e camadas na mixagem, o fato da música ter sido finalizada em equipamentos analógicos também fez toda a diferença para essa estética saturada, e mais ‘fechada/deteriorada’ da musica.” Finaliza Gil.

(Capa de “Entre Ondas”)

OLHA QUE LEGAL!

Em resposta à Arte Brasileira, o integrante Rafael Penna mencionou um outro lado do grupo: os trabalhos paralelos de cada integrante e como isso tem ajudado a própria banda.

O próprio Rafael é designer e criou as artes para a Applegate e, atualmente, está focado no mercado musical underground tendo trabalhado com artistas como o saxofonista Suka Figueiredo e o guitarrista João Oliveira. Gil Mosolino é produtor musical e está gravando artistas incríveis como o Lumanzin, Guaribas e Danny D Weirdo. O baterista Pedro Lacerda é músico de estúdio e de shows e vem tocando com nomes como Castello Branco, Ana Gabriela, Glue, Trip, entre outros. Vinicius também ajuda na parte gráfica e presta serviços de freelancer como instrumentista.

Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.

EnglishPortugueseSpanish