26 de fevereiro de 2024
Extras

NOTA: Jan Thomassen revive sentimento de luto e amor em canção guiada pelo piano e produção de Marcelinho Guerra

Perder a mãe aos 15 anos. Foi este acontecimento que deu o pontapé inicial de “Sunday Night”, nova canção de Jan Thomassen, norueguês radicado na Bahia desde 2010. A letra é cantada em inglês, mas, mesmo aos brasileiros monolíngue, é possível sentir o sentimento de chuva e tristeza. Isso é possível graças à uma sonoridade cujo o piano e a voz de Jan criam um ambiente de olhar o tempo pela janela, como bem indica a capa do single. E este ambiente é pincelado pela produção musical é de Marcelinho Guerra, quatro vezes indicado ao Grammy e vencedor em 2022.

Mas voltemos a perda de sua mãe. Afinal, entendendo-a é possível usar quatro palavras que melhor caracterizam “Sunday Night”: saudade, luto, dor e amor. Acontece que neste momento da vida do artista, ele pode presenciar um amor indo embora e, somado à isso, o luto de seu pai, que perdeu, então, sua companheira de mais de duas décadas. A composição é posterior a esta época, mas reflete estas lembranças de Jan Thomassen. Mais do que isso: embora de origem pessoal, “Sunday Night” carrega uma mensagem universal, sentida por todos nós em alguma etapa de nossa caminhada.

“Sunday Night” é mais um capítulo na história deste artista de 44 anos nascido em Kristiansand, na Noruega. E nós o indicamos este lançamento, porque, indiscutivelmente, iremos precisar (ou já precisamos) um dia buscar o consolo na arte, e esta arte pode muito bem ser “Sunday Night”.

Crédito da foto: Paula Poltronix / Divulgação

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.