23 de junho de 2024
Listas de lançamentos

Playlist “Além da BR” #54 – Sons do mundo que chegam até nós

além da br

Somos uma revista de arte nacional, sim! No entanto, em respeito à inúmeras e valiosas sugestões que recebemos de artistas de diversas partes do mundo, criamos uma playlist chamada “Além da BR”.

Como uma forma de estende-la, nasceu essa publicação no site, que agora chega a sua 54ª edição. Neste espaço, iremos abordar alguns dos lançamentos mais interessantes da playlist.

Golden Feather – “Just For Now” – (Canadá)

A discografia da banda canadense Golden Geather começou em 2016, sob comando de Steve Kiely e Brad Germain. Desde então, realizaram oito lançamentos, incluindo um EP e um álbum. Aqui iremos indicar uma das faixas deste álbum ao vivo do grupo, trata-se da canção “Just For Now”. Segundo o comunicado de imprensa, a música é dualista, entre o presente durar para sempre ou por apenas “enquanto for eterno”. A música, que tem o brilho de Murray Heaton no saxofone, é a quarta faixa do álbum “Welcome//Release (Live at Bridgeworks 2022), lançado neste 2023.

DJ Zeyhan – “Mamba” – (Áustria) – [MINI ENTREVISTA]

– O que é esta música? Chamamos isso de música afro ou cósmica. Um estilo musical definido no final dos anos 70 e início dos anos 80, onde um punhado de DJs experimentou diferentes estilos musicais e os misturou, criando algo novo. Isso foi no norte da Itália e ainda é muito grande por lá.

– Há alguma mensagem por trás do instrumental? Sim, a resposta é simples. Divirta-se e dance! Minha intenção era criar um crossover entre afro e balkan que funcionasse na pista.

– Há alguma história ou curiosidade interessante sobre este lançamento?
Sim! Comecei a trabalhar nessa música há 12 anos como parte de um “EP dos Balcãs” planejado, mas nunca fiquei feliz com ela e esqueci totalmente
. Algumas semanas atrás, um velho amigo me lembrou dele e eu verifiquei novamente

Respostas DJ Zeyhan

Open Road Folk Music – “California Golden Hills” – (Estados Unidos)

California Golden Hills”, a nova música do projeto norte-americano Open Road Folk Music, é isto que você está ouvindo, calmaria por todos os lados, uma sensação de estar no campo, em volta da natureza, com um velho senhor folk com seu violão apreciando seu entorno. Você consegue imaginar este cenário? Foi o que eu vi, colinas douradas.

Marshal and The Hats“El Fumar” – (Reino Unido)

É quase certo que todo fumante ativo já teve que tomar uma difícil decisão, namorar ou comprar mais maços de cigarro. É exatamente isso que acontece com o personagem do novo single da banda inglesa Marshal and The Hats. Confira este bom reggae!

Mike Plume & Jenny Orenstein – “Dance Ruby, Dance” – (Canáda) – [MINI ENTREVISTA]

– Qual é o conceito e a mensagem dessa música? A mensagem por trás de “Dance Ruby, Dance” é basicamente “carpe diem”. Viva sua vida, Rubi! É seu, então VIVA-O. Tente não ficar atolado em pequenas queixas mesquinhas. No final tudo dá certo, então vá em frente.
– Como e por que foi composto? Eu escrevi a música para minha filha, Ruby. Comecei a escrever a música logo após seu primeiro aniversário (ela completa 19 anos em julho). Sempre adorei a música “Forever Young” de Bob Dylan e “I Hope You Dance” de Lee Ann Womack.
Acho que “_Dance Ruby, Dance” é minha tentativa do mesmo sentimento.
– Como você pode definir o som do single?
Eu gosto quando você pode’
Cada década parece ter um som.
Mas, de vez em quando, você ouvirá uma música em que cada instrumento soa natural.
O primeiro álbum de Norah Jones, por exemplo.
Não há efeitos especiais, máquinas ou qualquer coisa que ofusque o som dos instrumentos.
Esse é o som que buscamos com “Dance Ruby, Dance”.
Apenas natural.
Raízes.
– Tem alguma história interessante ou curiosidade sobre esse lançamento? Escrevi “Dance Ruby, Dance” em 2005, mas no fundo sabia que a música não estava terminada. O primeiro verso não estava certo. Levei até janeiro de 2023 para finalmente descobrir o que estava tentando dizer no primeiro verso e considerar a música concluída.

Respostas de Mike Plume & Jenny Orenstein

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.