27 de fevereiro de 2024
Além da BR Listas de lançamentos

Playlist “Além da BR” #67 – Sons do mundo que chegam até nós

além da br

Somos uma revista de arte nacional, sim! No entanto, em respeito à inúmeras e valiosas sugestões que recebemos de artistas de diversas partes do mundo, criamos uma playlist chamada “Além da BR”.

Como uma forma de estende-la, nasceu essa publicação no site, que agora chega a sua 67ª edição. Neste espaço, iremos abordar alguns dos lançamentos mais interessantes da playlist.

Dan Whitehouse“Shizuka” – (Reino Unido) – [MINI ENTREVISTA]

– O que você diz nesta música, qual é a sua mensagem? Shizuka significa ‘quieto’ em japonês e essa música foi inspirada na calma do nascer do sol no Japão, onde Dan morou por 18 meses. A atmosfera da música reflete o brilho suave e suave do sol baixo na baía de Tóquio, onde Dan estava caminhando bem cedo uma manhã e notou um grupo de pessoas cantando para o sol, cantando para ele enquanto ele nascia. Eles fazem isso todas as manhãs e seu canto inspirou esta música.

– Como você pode definitivamente o som do single? O som de seu canto era muito distinto. Isso é o que você ouve no começo da música junto com a voz do filho de Dan.

É uma mistura de palavra falada, música, dulcimer martelado e guitarra elétrica.

aqui está a letra:
o farfalhar das folhas parece um dedo levantado para os lábios selados: “sshhh”.

As bordas arredondadas do ukulele de cordas de náilon envelhecidas.

Um leve arco de cabeça.

A lista cada vez maior de coisas não ditas.

Os tons de lona cinza e marrom da moda desta estação.

O turbilhão suave dos ventiladores do helicóptero.

A madeira do banco bem gasta pelo mar e pelo calor.

O velho casal senta-se mais perto do que o necessário.

– O que você acha que tem de mais especial nessa música? Foi descrito como “o folk encontra o clássico indiano em uma fusão transatlântica

– Tem alguma história ou curiosidade interessante sobre esse lançamento?Devido a uma lesão no ouvido, fiquei preso no Japão por 18 meses e me vi em uma jornada pela cultura japonesa.” diz Dan e foi assim que essa música (e o álbum Ten Steps) foi escrita – entre Dan em Tóquio e Max em Nova York.

Respostas Dan Whitehouse

Jonathan Young“Fight the Tide” – (Estados Unidos-Irlanda) – [MINI ENTREVISTA]

– O que você diz nesta música, qual é a sua mensagem? Fight the Tide é sobre resistir à pressão do mundo ao seu redor para fazer o que é certo e se tornar mais forte

– Como você pode definir o som do single? É um hino heroico do folk rock

– O que você acha que tem de mais especial nessa música? Recrutei meu querido amigo Colm McGuinness direto da Irlanda para emprestar toda a sua experiência em música folk de fantasia para dar a esta música uma vantagem que faz você se sentir como um herói épico

Respostas Jonathan Young

Shaven Primates – Fade Away – (Reino Unido) – ENTREVISTA]

– Qual é o conceito e a mensagem dessa música? A música é sobre a ascensão do fascismo nas redes sociais, principalmente no YouTube com pessoas como Nick Fuentes e Baked Alaska.

– O que você diz nos versos? Os versos descrevem o dia a dia de cada um dos antagonistas, Nick Fuentes e Baked Alaska

– Qual é a proposta musical desse single? Escolhemos um som de guitarra único com riffs do início dos anos 80 e demos alguns sintetizadores modernos para mantê-lo interessante. Os vocais são exclusivos do estilo de canto de Mark.

– Tem alguma história ou curiosidade interessante sobre esse lançamento? A história é inteiramente desenhada em torno de uma entrevista particular de uma série da BBC com o entrevistador “Louis Theroux” que cobre muito da cultura americana.

Respostas Shaven Primates

Crowes Pasture – “Barranco” – (Estados Unidos) – [MINI ENTREVISTA]

– Qual é o conceito e a mensagem dessa música? Barranco é o nome de um bairro de Lima, no Peru. É um lugar muito bonito, na costa do Pacífico. O pai de Monique nasceu em Barranco, e veio para os Estados Unidos na década de 60. Trouxe para os Estados Unidos a mãe de Monique, que também era peruana. O pai de Monique era médico e se manteve muito dedicado ao povo peruano durante os 60 anos que viveu nos Estados Unidos, criando família e trabalhando. Ele passava os verões no Peru, trazendo medicamentos que não eram acessíveis lá e atendendo pacientes regularmente. Monique escreveu a música quando sua mãe estava em um avião trazendo suas cinzas de volta para sua casa em Barranco. É uma alegre homenagem à ideia de voltar para casa.

– O que você diz nos versos?  
Deixou o Barranco em 63
e 64 você me seguiu
No amor, na mudança e na miséria

Leve-me para casa
Leve-me

Ontem à noite eu tive um sonho
Minha mãe estava sobre mim
Ela me segurou e então me libertou

Traga-me para casa
Conforte-me

Leve-me através do mar
De volta àquela ravina profunda
Onde meus irmãos perdidos esperam por mim

Indo para casa
Me enterre

Se você vir … um pássaro empoleirado tão alto
Sobre a solitária … Ponte dos Suspiros
Sou eu, querida, não pergunte por quê

– Qual é a proposta musical desse single? Este é o segundo single do nosso álbum, Don’t Blink. O álbum completo será lançado em 1º de setembro em todas as plataformas de streaming.

– Tem alguma história ou curiosidade interessante sobre esse lançamento? A “Ponte dos Suspiros” é a Puente de los Suspiros. É o símbolo mais icônico de arte, amor e poesia de Barranco. Diz a lenda que aqueles que avistam a ponte pela primeira vez têm direito a um único desejo se conseguirem cruzar seus 30 metros de vão sem respirar…

Respostas Crowes Pasture

NuAsia – “This Country of Mine” – (Estados Unidos) – [MINI ENTREVISTA]

– Qual é o conceito e a mensagem dessa música? O conceito é enviar uma mensagem anti-ódio que diga às pessoas, em vez de focar no ódio, precisamos nos concentrar em melhorar a nós mesmos. Tudo o que o ódio faz é nos derrubar e nos fazer sentir como se não houvesse esperança. Não é disso que se trata a América.

– Qual é a mensagem por trás da música? A música é sobre a América e como cicatrizes e desafios não devem definir quem somos. Somos um condado lindo e grande, cheio de amor e oportunidades. Nós todos sobre ajudar uns aos outros. Portanto, as cicatrizes e os desafios devem ser abordados usando os quatro C’s: País, Bom Senso, Compaixão, Compromisso.

– Qual é o processo musical por trás da gravação desse single? Começamos com a letra, depois criamos uma melodia para encaixar na letra e na mensagem, depois criamos o instrumental. Depois disso, pedimos à vocalista principal, Saint Cloud, que pegasse a letra original e a tornasse sua para se adequar à melodia vocal. Finalmente, os outros membros da banda tiveram a liberdade de criar seus próprios instrumentos ao gravar os instrumentos, não copiar o instrumental demo. Depois fizemos a mixagem final e a masterização.

– Existe alguma história interessante por trás desse lançamento? Claro. Chega de ódio e, em vez disso, amor e oportunidades. Como diz a canção: “Você vai encontrá-lo.”

Respostas NuAsia

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.