23 de fevereiro de 2024
Listas de lançamentos

Playlist “Além da BR” #9 – Sons do mundo que chegam até nós

além da br

Somos uma revista de arte nacional, sim! No entanto, em respeito à inúmeras e valiosas sugestões que recebemos de artistas de diversas partes do mundo, criamos uma playlist chamada “Além da BR”.

Como uma forma de estende-la, nasceu essa publicação no site, que agora chega a sua 6ª edição. Neste espaço, iremos abordar alguns dos lançamentos mais interessantes da playlist.

Kristian“J FCKWITHME” – (México)

A tal “modernidade líquida”, teoria desenvolvida sabiamente pelo autor Zygmunt Bauman, parece ter sido a inspiração (ainda que inconsciente) para a nova canção do cantor e compositor mexicano Kristian J. Intitulada “FCKWITHME”, a música questiona a alta velocidade que os passos humanos vêm dando, principalmente com a chegada do século XXI e suas novas tecnologias.

“Você quer o sexo rápido ou algo mais significativo? A Internet tornou o primeiro muito mais tentador. Vivemos em uma era de super estimulação e hiperconectividade. Temos acesso a mais informações – e mais pessoas – do que nunca, e ainda assim nos deixa ansiando ainda mais por algo mais profundo.”, comentou o músico.

A canção agora faz parte da recente discografia de Kristian. Seu primeiro lançamento aconteceu em 2021 com o single “Restart”. Depois, lançou outros seis singles e um EP. “FCKWITHME” é um ponto de partida interessante para conhecer o que Kristian tem a nos oferecer. Confira!

Broadwing“I DNT WNT 2 B ANYONE” – (Estados Unidos)

Broadwing é um duo norte americano que tem o encontro de dois artistas que se sentem livres para sair-da-caixinha. O início aconteceu em 2015 quando ambos deixaram suas respectivas bandas. Desde então, lançaram um EP em 2020 e um single, lançado neste 2022.

Se trata de “I DNT WNT 2 B ANYONE”, uma canção que traz a assinatura dos dois enquanto compositores. Na letra, eles cantam a respeito dos padrões sociais, ou seja, o que as pessoas querem que nos tornemos, e não o que realmente queremos.

“I DNT WNT 2 B ANYONE” é, portanto, um manifesto de liberdade. Confira!

VÉR“Mama (The State of Things)” – (Austrália)

O mundo é perturbador desde a época de Matusalém, no entanto, o período catástrofico causado pele recente pandemia, tornou essa percepção mais clara para todos os povos da Terra. O momento de isolamento social e as tantas mortes inspiraram milhares de artistas. Um deles se chama VÉR, um cantor e compositor australiano, que lançou o single “Mama (The State of Things)”.

A música é sobre a perda de esperança, e do cultivo da dor, e da angústia, mas também uma tentativa de resgatar um tiquinho de esperança dentro de nós. Veja um comentário de VÉR: “Desconectados um do outro e desconectados de nós mesmos e da terra, caímos à deriva na desesperança e nos sentimos tentados a jogar a toalha. Essa música é sobre encontrar os últimos sentimentos de esperança que ainda temos por um mundo melhor e por uma versão melhor de nós mesmos e nos agarrar a isso.”

O single é o primeiro aperitivo de sua carreira. “Mama (The State of Things)” fará parte EP audiovisual que o artista lançara em breve.

Blackberries“The Moor” – (Alemanha)

A banda alemã Blackberries tem em seu novo single, o poderoso “The Moor”, uma reflexão sobre a velocidade exagerada em que vivemos. A origem de “The Moor” é justamente a dificuldade em encontrar a tão sonhada paz (ou um tiquinho dela) neste mundo turbulento, frenético e completado pelas cobranças descabidas. Veja o que o artista diz sobre:

“Em nosso mundo cada vez mais rápido, ansiamos por paz e natureza. Ao mesmo tempo, nós os destruímos e dificilmente temos tempo para ouvir a nós mesmos e ao nosso ambiente. ‘Este mundo está prestes a cair, quanto tempo resta’ é a coda cativante e sombria da música. Podemos mudar e entrar em sintonia com nós mesmos e com a natureza, ou é tarde demais para isso? ‘The Moor’ levanta questões desconfortáveis ​​e ao mesmo tempo pode ser interpretado como um chamado para voltar a si mesmo.”

“The Moor” agora faz parte da discografia não tão recente da Blackberries. Eles estrearam oficialmente no mercado fonográfico em 2012 com o EP “This City Is Eletric”. Depois, lançaram quatro álbuns e vários singles. Consideramos, no entanto, este novo lançamento um caminho interessante para você, leitor, conhecer a obra desta banda alemã. Boa imersão!

The Sextape“Nightime” – (Turquia)

A Sextape é um trio que faz o bom rock independente. Entre os integrantes estão dois russos deslocados de seu país devido a opiniões políticas, e um baterista turco que aos dois se juntou em Istambul. O grupo lançou seu primeiro single em 2021, e agora apresentou a canção “Nightime”.

Espere destes artistas um som único, mas com traços de subgêneros como o stoner rock, blues rock, garage rock e alternativo. Como a discografia da Sextape é curta até o momento, fica mais fácil saborear suas músicas plenamente. Confira!

Daniel Versman“Juniper” – (Estados Unidos)

Aos 17 anos de idade, o cantor e compositor estadunidense Daniel Versman escreveu um desabafo a respeito de sua experiência em um centro de reabilitação de drogas no deserto de Utah. A letra é de emocionar, e potencializada com uma sonoridade leve, intimista e de brilho mágico. “Juniper” é, portanto, mais do que recomendado. Confira!

Lord Coca“Perdiendo Otra Oportunidad” – (Chile)

Surgida no Chile, na cidade de Santiago, a banda Lord Coca faz um rock divertido, descontraído e ousado em seu novo single, a graciosa canção “Perdiendo Otra Oportunidad”, peça importante do segundo álbum do grupo, lançado em maio de 2022. A música é mais uma amostra das virtudes deste projeto que teve seu primeiro lançamento em 2020, com um EP homônimo. Confira!

Woodpusher – “The Hook” – (Estados Unidos)

“Hook”, clássico rock dos anos 1994 da banda Blues Traveler, traz em sua letra a ideia da música transmitir uma reflexão, algo que agregue pensamentos ao ouvinte. Na contramão e ousado, o grupo Woodpusher se defende deste discurso. Em “Boxcutter”, eles respondem com a ideia de que é possível haver beleza na música “pop simples e burra”. Apesar disso, os integrantes confessam o amor e respeito pelo hit, mas acreditaram nesta resposta e nós acreditamos também ser um acréscimo válido, muito válido.

É interessante que “Boxcutter” é a estreia do grupo nas plataformas de streaming. Uma estreia brilhante, posso assim dizer!

Sam Casey“New Company” – (Canadá)

Em seu EP de estreia, em 2016, a cantora e compositora canadense Sam Casey depositou no mundo a sua poesia e sonoridade: música pop/R&B e versos sobre o cotidiano humano. Sua forma de pensar e seu executar artístico estão espalhados em outros 5 cinco singles.

O mais recente é “New Company”, lançado neste 2022. Na letra, a artista vai musicalmente do final dos anos 1990 ao início dos anos 2000 para chorar um relacionamento sem futuro. Autoral, a música se trata de uma paixão não correspondida à altura, uma vez que o outro lado não quer avançar para a próxima fase, o “algo sério”.

Confira!

Rider In The Rain“There’s More To Life Than Money” – (Reino Unido)

A nova canção de Rider in The Rain é sobre desperdiçar o que é precioso. A letra retrata a história de um homem que, ao trabalhar excessivamente, cegou-se e negligenciou sua família, esposa e amigos. “There’s More To Life Than Money” é para nos fazer pensar (e muito). Será que estamos cometendo o mesmo erro?

Night Talks“Same Time Tomorrow” – (Estados Unidos)

Em março de 2020, a banda estadunidense Night Talks preparava o lançamento do seu segundo álbum. No entanto, os ventos pandêmicos levou o trabalho para este ano. “Same Time Tomorrow” é composto por dez faixas de pop rock, ditas para “dançar, chorar e sentir”. Destacamos, entre tantas boas músicas, a faixa de encerramento, a graciosa e introspectiva “On And On”. Soraya, a vocalista do grupo, nos dá algumas palavras a respeito:

“A música veio da minha percepção de que, embora os relacionamentos venham e desapareçam ao longo de sua vida, eles geralmente seguem caminhos semelhantes. As relações que tive com amigos e familiares quando criança mudaram consideravelmente na minha vida adulta, mas eles têm muitos dos mesmos ritmos. A frase ‘Same Time Tomorrow’ representa uma vontade de aparecer e trabalhar para consertar ou manter um relacionamento, especialmente quando você está em uma fase difícil. As coisas podem ser difíceis, mas isso não significa que você terminou, significa apenas que você aparecerá no dia seguinte e tentará novamente.”

Confira este e o álbum de estreia, “In Dreams”, lançado em 2017, também disponível nas plataformas da banda.

Jon Tyler Wiley – “Six Days on the Road” – (Estados Unidos)

O clássico country “Six Days on the Road”, de Dave Dudley, recebeu neste 2022 a releitura de Jon Tyler Wiley. Ele gravou todos os instrumentos, pois à época do registro ainda não tinha uma banda. Hoje, já com amigos tocando juntos, Jon considera uma das favoritas deles. Jon e seus brothers a chamam de “música country com cafeína”. Confira!

Ella Hartt“The Story You Tell Yourself” – (Canadá)

Desde o seu segundo single, em 2019, a cantora canadense Ella Hartt não havia compartilhado novidades em seus perfis nas plataformas de streaming. Essa espécie de hiato se quebrou em maio com a chegada da canção “The Story You Tell Yourself”. Bastante pop e com batida gruda-na-mente, a música tem letra motivadora. A ideia da artista é que os que a escutem acreditem no melhor de si mesmos. Confira!

Billy Java“24/7” – (Estados Unidos)

Numa tacada de ousadia e criatividade, o músico estadunidense Billy Java escolheu o reggaeton para falar sobre Deus, lançamento este que marca sua estreia na plataformas. “Escolhi o reggaeton para expressar isso justamente porque o reggaeton precisa de uma mensagem mais positiva e para mostrar que é possível criar boa música em um ritmo associado a sexo festeiro e drogas.”, explica ele.

Bill Filipiak“Willow” – (Estados Unidos)

A nova música autoral do norte americano Bill Filipiak é de emocionar, em toda sua extensão poética e musical. Gravada de forma acústica e com apoio de sons da natureza como fundo, a canção é uma reflexão do cara sobre sua relação com sua filha e a realidade em bem criá-la agora na condição de adolescente. Confira!

Romain Gutsy“My Only Love” – (França)

“My Only Love”, a nova canção do francês Romain Gutsy, cruza o folk pop com alguns elementos sonoros, entre eles, está a influência do Estudo nº 1 do compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos (Paris, 1928). O arranjo composto por Marc Bentel, nome forte da música sul-africana, dá asas a uma letra de amor, da qual o eu lírico apaixonado visa a eternidade ao lado da pessoa amada. Uma canção bonita, nostálgica e intensa. Mais do que indicamos!

Marshal Herridge e Caity Gyorgy“A Day Too Late” – (Canadá)

Mestre em Jazz pela McGill University e baixista renomado no cenário norte americano, o músico Marshal Herridge se une a cantora Caity Gyorgy para lançar o single “A Day Too Late”, uma bossa feita para “os fãs de Tom Jobim”. Enfim, mais uma vez a música brasileira brilhando com elegância mundo afora.

The Wheel Workers“Day After Day” – (Estados Unidos)

Pronta para lançar o álbum “Harbor”, no dia 26 de agosto, a banda texana The Wheel Workers apresenta o último aperitivo deste trabalho. A música se chama “Day After Day”. Ela nos lembra Arctic Monkeys e Pearl Jam, com letra sobre superação de relacionamentos abusivos, seguir em frente mesmo quando isso aparenta ser impossível.

O álbum “Harbor” fará parte de uma discografia extensa e de qualidade. O grupo iniciou seus lançamentos em 2003 com o disco “Debut (Reissue)”. Depois, lançou outros cinco álbuns e vários singles.

Consideramos “Day After Day” um bom caminho para conhecer o som e poesia da The Wheel Workers. Confira!

Kids In Cages – “Liquid (Radio Edit)” – (Listenstaine)

A banda Kids In Cages aborda, em sua nova música, um tema emergente e necessário. “Liquid” é sobre a depressão, ansiedade e pensamentos suicidas, mas numa perspectiva de quem convive com esses dilemas.

“Liquid” integra a recente discografia do grupo, que iniciou seus lançamentos em 2021, com o single “Tired”, sendo que já apresentaram outras cinco canções.

Nós gostamos do que vimos e está mais do que indicado para você leitor. Confira!

Requiem For Oblivion – “Eye Of The Deceiver” – (Estaods Unidos)

Sob a hashtag “o governo não é seu amigo”, está a nova música da banda estadunidense Requiem For Oblivion, que está em atividade desde 2014. Intitulada “Eye Of The Deceiver, a canção de “metal extremo” é um tapa na cara dos políticos. “Esta é uma música sobre como continuamos elegendo novos funcionários com esperança de uma mudança real e positiva quando na verdade estamos retrocedendo.”, diz o comunicado de imprensa.

Além deste, o grupo tem dois álbuns, um EP e mais um single. Uma discografia de respeito.

Richard Lynch“Radio Friend” – (Estados Unidos)

É comum na discografia do cantor e compositor estadunidense Richard Lynch que suas canções sejam inspiradas em sua realidade, geralmente envoltas à sua família, fé, país e amigos. Seu novo lançamento, o single “Radio Friend” segue esta proposta tão bonita. Neste caso, Richard oferece sua inspiração para dois amigo radialistas. “Radio Friend” é, portanto, uma homenagem country para dois grandes amigos do artista. Confira e emocione-se!

Ask Carol“Pressure’s On” – (Noruega)

Nascido em uma pequena comunidade montanhosa norueguesa, o duo Ask Carol fez seu primeiro lançamento em 2017, com o single “Gonna Do It”. Considerada dentro do universo indie rock alternativo, a dupla conta uma história estimulante em sua nova canção, “Pressure’s On”, lançada ao lado de outra, intitulada “Mountains Of Cash”.

Em “Pressure’s On”, uma música de psicodelia e quase-progressiva, os integrantes refletem “sobre os sentimentos de pressão que sentiram ao revelar seu projeto musical ao mundo, uma vez que nem mesmo seus amigos e familiares sabiam desta aventura, quando realizaram o primeiro show em Seul (Coréia do Sul)”, como diz o comunicado de imprensa do duo.

Essa motivadora canção é a quarta que eles apresentam do álbum de estreia, que deve ser lançado no dia 26 de agosto deste ano. Confira!

ClemonsAndCo“Toxic” – (Estados Unidos)

Esta é uma música motivadora e inspirada no neo soul dos anos 2000, no funk dos anos 70 e em artistas como Steve Lacey e Musiq Soulchild. “Tóxico” (tradução do título) é o sexto single do artista, que iniciou sua carreira fonográfica em 2019.

Carleton Stone“House In The Hills” – (Canadá)

Peça importante do terceiro álbum solo de Carleton Stone, a canção “House in the Hills” é um soco na cara. Filosófica, a letra procura, por meio de uma sonoridade simplista, ditar que já temos o suficiente em nossas vidas. A música é uma resposta ácida à mídia e à internet acostumadas a vender sempre algo a mais, o que nos traz sensação demasiada de vazio.

O objetivo de Carleton, portanto, é o de equilibrar este sentimento. E, francamente, a depender deste que escreve, ele conseguiu!

Elaine Kristal“Sweet Escape” – (Estados Unidos)

A recente discografia da cantora e compositora estadunidense Elaine Kristal iniciada em 2021 ganha seu quarto fragmento, o single e clipe “Sweet Escape”, que é mais uma canção de amor. Segundo Elaine, a letra sobre “uma viagem de amor. Uma viagem sem limites, sem limites, desde que alguém que você ama faça a viagem ao seu lado.” Confira!

Sofia Juan“Ven a MI” – (Argentina)

Sofía Juan é cantora e compositora argentina radicada em Nova York. Ela fez sua personalidade artística baseada na música latina, eletro, pop e worldbeat, mas sem se prender a rótulos, o que a trouxe uma forma única de se expressar musical e poeticamente. Essa persona está impressa nos registros fonográficos e disponível ao público desde 2016 quando lançou o EP “Si La Luna”. A partir de 2020, outros quatro singles lançadas dizem o mesmo sobre Sofía.

A canção mais recente é “Vem a Mi”, lançado recentemente. A letra é sobre o fim de um relacionamento, que implica transformações e mudanças. Consideramos, portanto, este um bom caminho para conhecer a obra de Sofía. Confira!

Poster Child“I Need Your Love” – (Estados Unidos)

A história fonográfica da Poster Child começou em 2019, quando lançou o single “Death Star Cacillac”. A ideia ali impressa é de um grupo de indie rock com balanço do funk psicodélico, algo que resulta na personalidade da Poster. Depois disso, a banda entregou nove singles e dois EPs, o último apresentado neste ano.

É interessante indicar a você, leitor, este lançamento. Em especial, a faixa “Eu preciso do seu amor” (tradução do título), que chegou às plataformas acompanhada de clipe. Essa sugestão é uma boa oportunidade para você conhecer um bom som e o fazer artístico da Poster.

Olivier Gronier“Stories of Our Lives” – (França)

“Stories of Our Lives” é mais uma canção em defesa da paz, amor, esperança e liberdade em tempos de guerra. Uma homenagem para a Ucrânia. Todos os rendimentos do lançamento serão revertidos para a Cruz Vermelha.

Peter Lake“Stones Keep Rolling Through” – (Estados Unidos)

O que Peter Lake fez em seu novo lançamento, a música “As pedras continuam rolando” (tradução do título), é misturar uma letra lindamente triste com uma sonoridade de agitar corpos. Enquanto a musicalidade viaja no balanço, a letra carrega um eu lírico depressivo (que é o próprio artista), deslocado do mundo devido à um amor confuso e certamente de frutos não doces.

O single é o mais recente da discografia do artista. Ele iniciou seus lançamentos em 2021. Depois, apresentou três singles e quatro EPs. Peter é um cara que merece o nosso respeito.

Nieri“Body 2 Body” – (Estados Unidos)

O EP de estreia do cantor e compositor Nieri tem a faixa “Body 2 Body” como destaque. Escrita em parceria com a artista sueca Ingrid Witt, a música tem elementos do deep house e da dance music dos anos 90. A respeito da mensagem da canção, Nieri explica:

“‘Body 2 Body’ fala sobre a necessidade de se conectar com as pessoas como um instinto primordial – não necessariamente sexual, mas a sensação física como forma de proximidade e comunidade. Em um mundo onde quase tudo é virtual, a pista de dança é uma só de poucos lugares onde podemos deixar nossas inibições irem. Música e dança sempre fizeram parte da raça humana, e essa música celebra as incríveis conexões que acontecem quando deixamos nossos instintos naturais nos guiarem através do ritmo e da melodia.”

Confira!

Harrison Kipner“I’m Not Breathing” – (Estados Unidos)

Em 2017, o cantor e compositor estadunidense Harrison Kipner iniciou sua trajetória discográfica com o single “The Year of Rebecca”, que já demonstrou um pouco deste artista que une o pop rock e o rock alternativo. Depois, ele lançou outros 18 singles. O mais recente é “I’m Not Breathing”, canção sobre se perder tentando se encaixar. “É sobre aquele momento em que você se vê no espelho e percebe que odeia o que se tornou, e toda a farsa que você tem feito te deixa tão doente que você não consegue respirar.”, diz ele.

Trapp Hill Collision“Black Lagoon” – (Estados Unidos)

Há três anos em atividade, a banda Trapp Hill Collision chega ao seu novo single, o primeiro de outros quatro, e depois o disco de estreia. Intitulada “Black Lagoon”, a canção é baseada em filmes de terror como “Creature From The Black Lagoon”, “Evil Dead” e “The Thing”. Na letra, assuntos como perda, dor, tudo pela lente do terror.

Jonathan Young, Caleb Hyles e Judge & Jury“Wolf Within” – (Estados Unidos)

Jonathan Young é um artista de heavy metal bem posicionado no Youtube com covers de músicas populares de filmes da Disney, de animes, jogos eletrônicos. Cantor, produtor, compositor e multi-instrumentista, ele tem também seu trabalho nas plataformas de streaming, mas com suas próprias músicas e muitas parcerias.

Seu perfil nos streamings de áudio estreou em 2016. Desde então, já lançou mais de 40 singles, 1 álbum, 1 EP e 6 compilações. O mais recente lançamento é “Wolf Within”, canção gravada com Cabeb Hyles e Judge & Jury e que nasceu a partir de um questionamento profundo de Jonathan, que perguntou “Posso conquistar o lobo interior?”.

“Lobo Interior” (tradução do título) é um bom caminho para se aventurar na vasta discografia de Young. Confira!

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.