23 de junho de 2024
Extras Google News Mais publicações

Comentários sobre “Saneamento Básico, O Filme”

Dialogo do filme:

Figurante #1

-Olha quem vem lá!!

Figurante #2

– Quem?

Figurante #1

– É A Silene!

Figurante #2

Que Silene?

Figurante #1

– É A Silene Siegal!!

Sinceramente… Está é uma das melhores comedias que eu já assiti na minha vida. Eu fiquei positivamente surpreso com a qualidade do material. As piadas tem uma função metalingüística. Não há palavrões ou qualquer coisa que possa ser ofensivo ao publico. O filme é maravilhoso. Um dos melhores filmes Brasileiros de todos os tempos.

Bom, antes que perseguir com a Resenha, devo avisar que a partir de hoje, terei como foco o cinema nacional. Existem muitas perolas e raridades escondidas no nosso cinema. Filmes que normalmente não serão exibidos em lugar algum. Filmes que foram esquecidos com o tempo. Pretendo trazer não só estes filmes a vista do publico tornando eles acessíveis, como incentivar a busca pelo tesouro do seu próprio terreno. Mas, obviamente, todo o cinema nacional está em foco. Obrigado a todos!

O Filme é dirigido por Jorge Furtado. O mesmo diretor de “Ilha das flores”(1989), “O Homem que copiava” (2003) e “Meu tio matou um cara” (2004).

O enredo conta a historia de Marina(Interpretada por Fernanda Torres) que faz uma reunião na comunidade para pedir para o governo resolver a situação do esgoto. Após descobrir que eles liberaram uma verba para um curta metragem, o objetivo dela passa a juntas umas pessoas, fazer o curta e usar o dinheiro para resolver o problema.

Eu acho sensacional!!! As limitações do grupo fizeram eles produzirem um curta metragem histórico na cidade. Mesmo enfrentando muitos desafios e muitas vezes nem sabendo o que estavam fazendo, eles não desistiram de fazer o filme.  O elenco desse filme é maravilhoso. Esse é um dos poucos casos que eu queria uma seqüência só para saber como aqueles personagens estão. Temos Wagner Moura, Fernanda Torres, Camila Pitanga, Bruno Garcia, Lazaro Ramos e Paulo Jose. Todos eles têm o seus momentos de destaque. O roteiro faz questão de não ser um monte de personagens jogados na trama. Todos eles têm uma função narrativa. A Fernanda Torres está incrível como sempre. A sua atuação é natural. Você sente que aquela mulher é uma pessoa normal. E isso vale para todo o elenco. O Wagner Moura está estupendo! Eu nunca tinha visto ele em um papel de como o de Joaquim antes. Estou acostumado com ele em projetos onde ele precisa manter a postura. Aqui não. O personagem dele é maravilhosamente cômico. Todo o elenco na verdade. A Camila faz uma moça com sonhos de uma carreira artística. E mesmo sendo um projeto feito pela galera da comunidade, ela entrega TUDO! Como se aquele projeto fosse o que a levaria a ter uma carreira. Eu achei maravilhoso. O Lázaro faz um editor. Nós momentos em que a equipe não sabia o que fazer, contratam ele como editor do filme. Todos estão excelentes.

Eu passei uma semana assistindo esse filme. Poucas são as comédias brasileiras em que eu me interesso. Essa foi uma surpresa maior até do que eu achei que seria.

Este é aquele tipo de filme quentinho.

Não tenho muita coisa para falar sobre este filme. Ele é maravilhoso. É até difícil falar sobre sem dar spoilers sobre a trama. Eu recomendo muito que assistam. No futuro, farei um com spoilers detalhado sobre o filme. Ele pode ser assistido no YouTube completo. Ou pelo Globo Play.

contributor
Olá! Meu nome é Tiago Santos Souza e sou um apaixonado cineasta, roteirista, escritor, jornalista freelancer e autodidata. Minha paixão pela sétima arte me levou a explorar o mundo do cinema, onde tenho a oportunidade de contar histórias e envolver o público em uma experiência única. Como roteirista, mergulho nas profundezas da imaginação para criar narrativas cativantes e personagens empolgantes. Além disso, minha dedicação como escritor me permite expressar minha criatividade através das palavras, tanto em projetos literários como em artigos jornalísticos. A busca constante pelo conhecimento me tornou um autodidata, nunca deixando de aprender e evoluir. Sou movido pelo desafio de me reinventar e ir além das minhas habilidades. Com a minha versatilidade e paixão pelas artes, estou sempre aberto a novas oportunidades que me permitam explorar diferentes formas de contar histórias e transmitir emoções.