21 de maio de 2024
Notícia

A “Ressonância” de Coral e Chico César

No dicionário, “ressonância” pode soar intensa e enigmática: estado de um sistema que vibra em frequência própria, com amplitude acentuadamente maior, como resultado de estímulos externos que possuem a mesma frequência de vibração; essa vibração. Na canção, composição solo de Coral com produção de Chico César e Alexandre Fontanetti, onde a artista baiana radicada em Minas e o artista paraibano cantam juntos, “Ressonância” soa intensamente brasileira: com versos guiados pela investigação do tempo e do amor, e sonoridade que celebra um encontro entre dois artistas surgidos no nordeste do país, a obra vibra como uma música originalmente popular. Uma conjugação de saudade e vontade de Brasil. O single “Ressonância” chega à meia-noite desta sexta-feira, 23 de junho, às plataformas de streaming, e ganhará também videoclipe às 11h da manhã do mesmo dia. O lançamento é do selo MacacoLab, que cuida também de lançamentos de Nath Rodrigues, Lagum e Paige.

A composição, feita inteiramente por Coral, surgiu como uma poesia sobre seu pai, que havia sofrido um acidente, e a artista soube da notícia por meio de uma foto dele em um tubo de ressonância magnética. Os sentimentos de insegurança e medo, as saudades de tempos anteriores e de tempos que passou ao lado dele, foram gotejando e se transformaram em versos.  

“Foi uma reflexão sobre o tempo, sobre saudade, sobre infância, o tempo que não pode ser perdido. E sobre o presente também

compartilha Coral, que tem no tempo um ponto central de reflexão para a canção. 

 “Sou uma pessoa muito ansiosa e muito ociosa às vezes. É uma guerra diária. Minha relação com o tempo é de pergunta e resposta o tempo inteiro. Eu pergunto, o tempo responde, aí daqui pouco o tempo me pergunta e eu respondo de volta… De fato, o tempo, pra mim, é lei que não se burla.” 

Coral

A melodia sertaneja – que costura as vivências suas e de seu pai – logo fez Coral lembrar de Chico César, artista que marca a sua história desde o começo, e seu processo artístico enquanto cantora e compositora. Sobre sua participação, Chico César conta que se identificou com a canção e com a artista, também nordestina. 

“Há poucas canções sobre essa relação de amor com o pai, das identificações e não-identificações. Sempre que dois artistas se encontram, algo se revela para além da obra de cada um, das manifestações de expressão de cada um. O que vem é sempre uma nova expressão”

Chico César

“Ressonância” chega num momento simbólico: o mês de junho – mês do Orgulho LGBTQIAP+ – e em meio às festividades de São João. Como travesti, cancioneira e nordestina, Coral deseja celebrar uma festa que lhe é tão querida, e apresentar ao público sua arte, que é uma forma de subverter a realidade preconceituosa que ainda assola o Brasil, celebrando a existência de corpos dissidentes.

A música está disponível em nossa playlist rotativa “MPB – O que há de novo?”

Sobre Coral

Cantora e compositora de Jequié, Bahia, Coral é uma presença significativa na cena musical independente. Seus últimos lançamentos são o EP Carne (2021), o single Quimera, lançado em março de 2022, e o EP Os Loucos Anos XX, lançado com a chancela da Natura Musical em agosto e setembro de 2022. No palco, sua voz inconfundível dá vida a uma poesia engajada e potente a partir de seu lugar como artista, nordestina e travesti.

Coral e Chico César. Divulgação

Ficha técnica

Realização: MacacoLab

Produção musical e arranjos: Chico César e Alexandre Fontanetti

Composição: Coral

Voz e violão de nylon: Coral

Voz e viola de 12 cordas: Chico César

Teclados e sintetizadores: Aline Falcão

Programação e lap steel: Alexandre Fontanetti

Edição e afinação: Pedro Luz @insano_luz

Mixagem e masterização: Alexandre Fontanetti

Direção, montagem, fotografia e making of: Mihay

Design gráfico: Bernardo Winitskowski e Camila Mello

Gravado no Estúdio Space Blues – SP

Selo e Booking: MacacoLab

Management: Camila Mello

Direção Geral: Carol de Amar

Produção executiva: Catarina Capelossi

Projetos: Áurea Amorim e Julia Ferreira

Comunicação e Marketing: Caê Aiman, Camila Meira e Joyce Loyola 

Assessoria de imprensa: dobra comunica 

Agradecimentos: Klaudia Alvarez, Vanessa Resende, Luis Felipe Couto e toda a equipe Chico César.

CRÉDITOS

Capa da publicação | Coral por Lina Mintz. Chico César por José de Holanda

Foto no meio da publicação | Coral e Chico César. Divulgação

Texto da assessoria de imprensa (Wagner Rodolfo)

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.