13 de junho de 2024
Notícia

Declare seu amor escancarado com a nova canção de Carla Casarim

Os perfis da cantora e compositora Carla Casarim nas plataformas de streaming foi inaugurado em 2014, quando ela apresentou quatro singles, gravados durante o The Voice Brasil da edição daquele mesmo ano. Depois, a artista um álbum e seis canções individuais.

Dentre este repertório rico, hoje iremos indicar o seu penúltimo lançamento, a música “AMO MESMO”, lançado no dia 26 de maio deste ano.

“AMO MESMO” é uma declaração do amor escancarado, de uma pessoa que já tentou várias formas de falar sobre o amor que sente pela pessoa amada, até que chega à conclusão que a maneira singela, e talvez a mais clichê, o “eu te amo”, é a maneira mais sincera e honesta de exaltar esse amor. No caso, essa canção é uma declaração do próprio compositor Guilherme Kafé (também produtor musical desta faixa) para sua namorida Julia, que me cedeu o prazer de gravá-la.

Carla Casarim

“AMO MESMO” antecedeu o lançamento de “COPO VAZIO” e de outros singles à serem lançados em breve, que, juntos, formarão o álbum “AMOR, AMOR”, previsto para setembro. O álbum é sobre as mais diversas formas de amar, com seus medos e inseguranças, da dor, da dor superada, do outo amor, ou da esperança do novo amor. Enfim, em “AMOR, AMOR”, a artista se refere a este sentimento de maneira ampla e contundente.

Ao todo serão 5 singles, 1 por mês, sendo que 3 deles são de minha autoria, essa inédita de um amigo e uma releitura do clássico “Último desejo”, de Noel Rosa, que irão compor o álbum todo que terá 8 faixas. As demais também são composições minhas.

Carla Casarim

Voltando a “AMO MESMO”, Carla nos conta que a sonoridade da faixa carrega muita coisa boa da MPB dos anos 1980, mas as principais inspirações são Djavan, Gal Costa e Beatles. Carla e sua equipe de produção/gravação buscaram em referências do ijexás, desde os mais tradicionais da Bahia, aos mais eletrônicos e pops para chegar aos caminhos que a canção seguiria. “Ela começa com uma ref instrumental que a gente vê em algumas canções de Djavan como por exemplo a música ‘Extase’ do álbum Seduzir e segue com um ijexá a la ‘Sina'”, contou ela.

Sou uma cantora de MPB, formada em música pela UEL (Universidade Estadual de Londrina), que sempre cantou de tudo da música brasileira, desde samba antigo, choro (de Araci de Almeida, Ademilde Fonseca), a bolero, bossa-nova (de Dolores Duran e Johnny Alf), a coco e forró (de Jackson do Pandeiro e Jacinto Silva), a samba-jazz (de Leny Andrade), a turma mineira do clube (de Milton, Toninho Horta), a tropicália (de Gil, Caetano), a MPB-pop anos 80 (de Gal, Djavan), ao rock brasileiro (de Rita Lee e Paralamas), fora toda a tal da MPB que começou a surgir a partir do anos 70. Minhas inspirações são muitas, sempre gostei muito de música brasileira, tanto canção quanto música instrumental. Acho que essa música tem um mix de tudo que sempre ouvi e gostei, na verdade o álbum todo, AMOR, AMOR que virá em setembro. O próximo single é um xote, o 3o single uma bossa-nova meio eletrônica com uma pegada meio Jorge Ben. São muitas sonoridades misturadas.

Carla Casarim

LETRA – AMO MESMO (compositor: Guilherme Kafé)

Baby, Já gastei tanta saliva, já tentei tanta canção

Samba, moda de viola, baladinha e pancadão

Cantei séria, apaixonada, acho até que errei a mão

Oh mas cê também não leva quando eu canto de manhã

Uns versinho improvisado, minhas ternurinhas vãs

Vou guardar as metáforas, supérfluas, estéticas e te falar

Vão restar as singelas, sinceras, honestas, palavras pro amor declarar

Eu te amo, amo mesmo

Já não ando mais a esmo porque amo (amo mesmo)

Sobre Carla Casarim (texto: release)

Cantora, compositora e educadora musical formada em música pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), Carla Casarim possui uma sólida carreira na MPB. Em sua trajetória dividiu o palco com artistas consagrados como Carminho, Elba Ramalho, Fagner, Zeca Baleiro, Joyce Moreno, Eduardo Gudin, Carlinhos Brown, entre outros. A artista também foi semifinalista no programa The Voice Brasil (2014), que abriu muitas portas em sua carreira.

Carla já levou a música brasileira para diversos países: França, Noruega, Bélgica, Alemanha, Suíça, Portugal, Itália e Estados Unidos, e já se apresentou em programações de visibilidade no cenário nacional, como os circuitos SESC e SESI, Viradas Cultural e Paulista. Paralelamente à carreira solo na MPB, a cantora é vocalista da renomada banda de forró “Bicho de pé” e também possui outros projetos ligados a música brasileira, e em 2022 um dos projetos que participou, o álbum de samba “Pagode Black Tie – Nei Lopes, Guga Stroeter e projeto Coisa Fina”, foi indicado ao Grammy Latino.

Em 2020 lançou seu primeiro álbum autoral de carreira, Terra Mãe, contemplado pelo edital do PROMIC (Londrina – PR), e o mesmo foi premiado para ter seu show de lançamento em formato live através do edital PROAC (SP), que foi exibido recentemente pela plataforma do Cultura em Casa.
Terra Mãe foi finalista do Festival da canção de Mogi das Cruzes, recebendo o prêmio de melhor arranjo, e a composição que abre o álbum, “Brasil geral”, foi semifinalista do Festival de Música da Rádio MEC e possui mais de 700 mil plays nas plataformas digitais. Para esse ano de 2023, Carla se prepara para lançar seu novo trabalho, o EP autoral “Amor, Amor”, trazendo canções que falam das mais diversas formas de amar, que começam a ser lançadas em formato single a partir de Maio.

administrator
Fundador e editor da Arte Brasileira. Jornalista por formação e amor. Apaixonado pelo Brasil e por seus grandes artistas.