Conecte-se conosco

Álbum

Prepare-se para o inusitado; esse é o disco de estreia do projeto Clube dos Bagres

Matheus Luzi

Publicado

em

(Capa do álbum)

 

Anos de jornadas e estradas, fizeram com que o músico Bruno Morabati sentisse a necessidade de mostrar quem realmente é, tanto quanto artista, como quanto ser humano. O “troféu”? Podemos dizer que é o inusitado álbum “Clube dos Bagres”, nome idêntico ao do projeto de Bruno.

O trabalho que é composto por treze faixas inéditas e autorais, pode ser muito lembrado como uma obra prima dos anos 1960, pela pegada da Os Mutantes. Algo meio tropicalista, psicodélico, mas que sem dúvidas, eleva a música brasileira para ares desconhecidos até então. E não poderia faltar também o tom humorístico. É isso, sem muitas delongas, curte esse som, que você vai pirar, com certeza!

 

 

FICHA TÉCNICA

Anderson Garcia: bateria em todas as faixas

Alex Reis: caixa em “Braquiária”

Eduardo Berdu: guitarra em “Rita li na”

Fernando Simplista: vocais em “Oh Pai”

Íris Roitman: flauta em “Braquiária”

Daniel R. Palermo: gravação e mixagem

Bruno Palazzo: master tape

Nick Graham Smith: masterização

Collateral Fx: efeitos nas cordas

Rodrigo Tas: conceito da capa

Marina Jacobini: finalização capa

Música e letra por Bruno Morabati, exceto:

Meu: Música por Fernando Simplista e Bruno Morabati; letra por Fernando Simplista

Suis: Música por Bruno Morabati e Gabriel Daibert

Chafurdei: Letra por Bruno Morabati e Gabriel Daibert

Rita li na: Letra por Bruno Morabati, Íris Zandonah e Heitor Pina

Bionou’s Cry: Música e letra por Bruno Morabati e Gabriel Daibert

 

 

 

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish